Brasil, 18 de abril de 2014.
Ir para a página inicial Agrolinks Comunidade Ciência & Tecnologia Informação Negócios Publicidade
   
 
 Artigos
 Eventos
 Notícias
 Cadastre-se
 Agrociência
 Software
 Categorias
 Mais visitados
 Classificados





Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Redes de Informação: Essência do planejamento na tomada de decisões estratégicas no Agronegócio.

20-11-2004

:. Do mesmo autor
“Clusters no Centro-Oeste Brasileiro”

Rastreabilidade: Transformando a Fazenda em Empresa Rural

Clusters: Agrupamento e Reestruturação da Cadeia Produtiva do Leite

O avanço do setor agrícola brasileiro nos últimos anos tem incentivado a utilização e aperfeiçoamento de técnicas e ferramentas de gestão, fato que deve ser avaliado sob o ponto de vista da pressão exercida pelos custos de produção, o que tem levado várias empresas rurais a priorizarem a redução dos gastos somando-se a busca incessante por melhores índices de produtividade e conseqüentemente determinando a sobrevivência em um mercado altamente competitivo e inovador considerando-se o grande volume de novos produtos inseridos no mercado atual, causando a diminuição dos ciclos de vida de inúmeras culturas em detrimento da diversificação da oferta e exigência da demanda por alimentos mais saudáveis, accessíveis e seguros.

Do Planejamento e tomada de decisões estratégicas

Quando é chegado o momento da tomada de decisões a respeito da cultura a ser escolhida para o plantio, tecnologia a ser implantada, contratação de pessoas e negociação de insumos entre outros processos anteriores a produção eis que a dificuldade vem à tona. Pois bem, a necessidade de integrar as informações originadas do conhecimento técnico, de administração, economia, gestão de custos etc, só é possível a partir de um plano que agregue os objetivos esperados e etapas a serem desenvolvidas, por esta razão a inclusão das redes de informação no titulo deste artigo como essência do planejamento e controle na tomada de decisões estratégicas no agronegócio, condiz com a afirmação de Nogueira (2004), estudioso e pesquisador da área de administração de custos na produção agropecuária que apresenta a seguinte afirmação: “além de integrar-se entre-si, as informações deverão ser gerenciadas de acordo com o alinhamento estratégico da empresa.”

No artigo começando de novo, o lendário estrategista japonês Kenichi Ohmae (2002) determina que: “a empresa que dominar a tecnologia, as redes, e a psicologia dos clientes situados nos mercados consumidores mais ricos – para entusiasma-los serão as empresas capazes de garantir a sobrevivência e crescimento a longo prazo.” Portanto, pode-se observar que a grande preocupação com as redes de informação deve ser precedida de um controle seletivo das mesmas, uma vez que o volume de informações passa a ser um problema quando não é observada a qualidade das fontes das quais originam-se.

Os produtores rurais que se limitarem a decisões baseadas em informações de âmbito local ou regional, não serão capazes de garantir a eficácia no alcance dos objetivos, independente da sua eficiência na gestão dos custos. Desta forma, o que essas unidades agropecuárias de produção devem ter como base fundamental de planejamento e ação é a aproximação dos interesses mercadológicos como estratégia de atração e manutenção das atividades produtivas com maior capacidade de administração e competitividade.

Páginas: anterior 1 2 3 próxima Topo da página


Odilon José de Oliveira NetoEnvie um email!
Professor - UNEMAT

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • tomada de decisão
    acho muito importante, focar todo assunto e sua solução
    Jotabosco - 20-02-2005 20:34h

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS
    Dinamismo do agronegócio brasileiro
    A nova agricultura: empresarial e profissional
    O agronegócio baiano
    Agronegócio Brasileiro e Mercados Globalizados
    O Marketing e o Agronegócio
    O Marketing e o Agronegócio II
    Nosso grande diferencial
    Competentes e Maléficos
    Novos instrumentos de Marketing no agronegócio
    Um negócio moderno
    O Estado moderno
    Oportunidades e ameaças da visibilidade
    Oferta e demanda no mercado de café
    Deterioração dos termos de troca e a necessidade de agregar valor ao café
    Expectativas para o álcool em 2005 e 2006
    Agronegocio e crescimento economico paranaense
    Mercado de carne: riscos e oportunidades
    Comercialização de frutas em Rondônia: o que querem os distribuidores e o que oferece o produtor
    Crise no Agronegócio: Reflexos na sociedade
    Retenções sobre Comissão
    O agronegócio no Brasil

    Copyright © 2000 - 2014 Agronline.com.br