Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Irrigando o feijoeiro

16-11-2005

:. Do mesmo autor
Irrigando a ervilha

A irrigação da cultura do feijoeiro no período seco do Cerrado é uma prática essencial já incluída no sistema produtivo dessa cultura, pois se obtém maiores produções, de melhor qualidade e, conseqüentemente, de preços mais vantajosos, mesmo para exploração familiar. Levando-se em conta que o feijão pode ser cultivado durante todo ano, sendo considerado ainda como cultura de alto valor econômico e social, o produtor dispondo de pequenas ou grandes áreas pode irrigar por aspersão, usando como exemplo os equipamentos convencionais, móveis ou fixos e o pivô central entre outros.

Manejo da irrigação

No manejo da irrigação deve-se evitar o desperdício de água ao longo do ciclo da cultura. Embora existam vários métodos possíveis de serem usados para o manejo, o método baseado no monitoramento da tensão de água no solo, a partir de tensiômetros, pode ser indicado, uma vez que os parâmetros medidos indicam indiretamente a quantidade de água disponível para as plantas na camada do solo onde se encontra o sistema radicular. Sabendo o momento em que a irrigação deve ser iniciada o produtor poderá economizar energia, água e utilizar melhor seu equipamento e acima de tudo, aumentar a produtividade de sua lavoura.

Como fazer

Antes de tudo é necessário que o equipamento de irrigação seja bem dimensionado e esteja bem calibrado. Recomenda-se instalar, sempre na parcela onde se inicia a irrigação, três baterias de tensiômetros nas profundidades de 10; 20 e 30 cm no interior da fileira de planta, na zona de maior concentração de raízes. Quando as leituras registradas a 10 cm de profundidades atingirem em torno de 40 kPa é necessário que se faça à reposição de água, elevando a camada de solo de 0-35 cm à capacidade de campo.

Procedimentos da irrigação para germinação

Logo após o plantio deve-se aplicar quatro lâminas de 15 mm de água, aproximadamente, com intervalo de 2 dias, para preencher o reservatório do solo, garantir uma boa germinação e o estabelecimento da cultura. Neste período deve-se fazer a instalação correta dos tensiômetros na lavoura procurando assegurar um bom contato do solo com a cápsula porosa. Após estes procedimentos o momento de fazer a irrigação será definido com base na média de leituras dos tensiômetros instalados a 10 cm de profundidade (40 kPa), enquanto que a quantidade de água a ser aplicada deverá ser calculada usando as informações de tensão das três profundidades e as respectivas curvas de retenção de água.

Período crítico e suspensão da irrigação

O período crítico com relação à água ocorre na fase de reprodução entre 35 e 60 dias após o plantio, fase também de maior consumo de água. Caso haja falta de água nesse período, a lavoura poderá ter uma acentuada redução na produtividade. A suspensão da irrigação poderá ocorrer, aproximadamente, aos 75-80 dias após o plantio, ou seja, quando for observado a maturação fisiológica dos grãos. A colheita geralmente ocorre aos 90 dias do ciclo da cultura, a depender da variedade..

Sebastião Francisco FigueredoEnvie um email!
Pesquisador - EMBRAPA/CPAC

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

:. ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos por assunto

Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
Copyright © 2000 - 2014 Agronline.com.br