Brasil, 17 de abril de 2014.
Ir para a página inicial Agrolinks Comunidade Ciência & Tecnologia Informação Negócios Publicidade
   
 
 Artigos
 Eventos
 Notícias
 Cadastre-se
 Agrociência
 Software
 Categorias
 Mais visitados
 Classificados





Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
A importância dos estudos limnológicos: 16 anos no pantanal

31-01-2003

:. Do mesmo autor
PELD - Programa Ecológico de Longa Duração dos Recursos Hídricos do Pantanal

Mexilhão Dourado No Pantanal – Um problema ambiental e econômico

O Mexilhão Dourado causará danos ecológicos na Bacia do Miranda

Introdução de espécies - uma das maiores causa de perda de biodiversidade

Contaminação de corpos d'água na região de Corumbá

Poluição por pesticidas no Pantanal

Autores: Márcia Divina de Oliveira & Débora Fernandes Calheiros

Considerado o ouro azul do século XXI, a água doce, objeto de estudo da “Limnologia” (estudo da ecologia de águas continentais, como rios, riachos e lagoas), coloca o Pantanal em posição privilegiada.

Comparada a outras regiões do Brasil, onde a demanda por água potável cresce rapidamente e a oferta já se encontra escassa em qualidade e quantidade, o Pantanal apresenta uma riqueza em recursos hídricos ainda bem conservada. O Pantanal, tem um volume de água, durante a inundação, de aproximadamente 2 milhões de m3, considerada uma das maiores reservas de água doce do continente americano. Anualmente, a área de inundação pode variar de 11.000 a 140.000 km2. Extensas áreas podem permanecer submersas por inundação, devido ao extravasamento dos rios ou alagamento devido às chuvas locais, por até 8 meses.

A Bacia do Alto Paraguai (BAP) é formada por sub-bacias, cujos rios convergem para o rio Paraguai, seu principal canal de drenagem. Conservar as sub-bacias da BAP é fundamental para a manutenção das inundações anuais, ou pulso de inundação, e conseqüentemente os ciclos de cheia e seca. Estes ciclos anuais, e os plurianuais, determinam as características ecológicas do sistema, ora favorecendo as espécies animais e vegetais relacionadas à fase de seca (terrestres), ora as espécies aquáticas e, mantendo desta forma, alta biodiversidade e alta produtividade do ambiente (produtividade pesqueira, por exemplo).

Desde 1987, a Embrapa Pantanal vem estudando os rios da região visando o entendimento desses complexos ecossistemas para auxiliar na elaboração de estratégias de manejo dos recursos hídricos e a manutenção da saúde ambiental do Pantanal.

Ao longo desses 16 anos, estudos limnológicos em rios como o Paraguai, Miranda e Taquari, e em suas áreas de inundação, possibilitaram conhecer as características das suas águas, as alterações naturais nesse padrão devido às cheias e secas e a relação com os organismos, principalmente os peixes, possibilitando detectar/distinguir as alterações provenientes de atividades humanas. A compreensão do fenômeno da “Dequada” (deterioração natural da qualidade da água devido à decomposição da matéria orgânica submersa durante a inundação), característico da região, também é importante, pois dependendo de sua magnitude pode provocar a morte de toneladas de peixes.

Outro projeto em desenvolvimento pela Embrapa Pantanal, é o estudo de como se processa o fluxo de carbono (energia) entre os organismos aquáticos até chegar à comunidade de peixes. Esta pesquisa contribuirá para a compreensão da sustentação da produção pesqueira e da estrutura da cadeia alimentar nas áreas inundáveis do rio Paraguai.

Páginas: anterior 1 2 próxima Topo da página


Márcia Divina de OliveiraEnvie um email!
Pesquisadores - EMBRAPA/CPAP

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • A importância dos estudos
    Os estudos são muito importante não só para mim mas sim para todos até mesmo os adultos
    Dalila - 25-09-2006 08:01h

  • IMPORTANCIA...
    OTIMO,ADOREI.
    CAROLINA - 09-03-2004 15:40h

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS
    Os solos e o meio ambiente
    Poluição por pesticidas no Pantanal
    Mudança climática deixa o mundo em perigo
    Agricultura itinerante na amazônia
    Processo de arenização no sudoeste do Rio Grande do Sul
    A utopia do repovoamento
    Agricultura irrigada X Saúde ambiental: existe um conflito?
    Pantanal: Um bioma ameaçado
    Queimada controlada no Pantanal
    Corredores Ecológicos e Ecoturismo no Pantanal
    Pantanal registra o mais longo e intenso ciclo de cheia
    Os caminhos da convivência com a seca
    Pesquisa, meio ambiente e produção no pantanal
    Levantamento aéreo como ferramenta para conservação da biodiversidade no pantanal
    Por uma ética climática
    Caatinga: patrimônio brasileiro ameaçado
    Ocorrência do fenômeno natural “dequada” no pantanal.
    Efeito Estufa X Agricultura
    A Problemática Socioeconômica e Ambiental da Bacia do Rio Taquari e Perspectivas
    Os Pulsos de Inundação e o Rio Taquari
    O Mexilhão Dourado causará danos ecológicos na Bacia do Miranda
    Pantanal: Risco de Contaminação por Biocidas
    Cercas Ecológicas
    Desempenho Ambiental e Sustentabilidade
    Qualidade Ambiental e Ecoeficiência: nova postura
    Sistema de Gestão e Proteção Ambiental
    Balneabilidade e Riscos à Saúde Humana e Ambiental
    Água: Esgotabilidade, Responsabilidade e Sustentabilidade
    Resíduos: “É Preciso Inverter a Pirâmede – Reduzir a Geração”!
    A soja e o Protocolo de Quioto
    Irrigando o feijoeiro
    Arquitetura, agricultura e floresta sustentável – encontrando uma nova abordagem dos cenários rurais
    Sistemas agroflorestais e a conservação do solo
    Desmatamento em Roraima: interpretando dados oficiais
    Do monocultivo ao uso de sistemas agroflorestais
    Penas de aves como indicadores de mercúrio no pantanal
    Índice de qualidade de bacia – nova proposta para gestão da bacia do rio Miranda
    Os habitats do jacaré-paguá no entorno do Pantanal
    Programa de gestão ambiental da Embrapa Pantanal
    Determinação de impactos e conservação dos recursos hídricos na bacia do alto Paraguai
    Cumbaru no pantanal
    Coleção Guias de Convivência Gente e Onças
    Código Florestal Brasileiro: área de preservação permanente e reserva legal

    Copyright © 2000 - 2014 Agronline.com.br