Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
O Sinal Verde para a Reestruturação da Agroindústria do Leite no Agreste Pernambucano

31-08-2005

:. Do mesmo autor
A Força do Rádio e os Novos Desafios da Comunicação Rural

O fenômeno da globalização dos mercados tem provocado grandes transformações na condução da economia na maioria dos países. As mudanças impostas à pecuária leiteira no Brasil, sobretudo no início da década de 1990, com a abertura do mercado, contribuíram para que o setor adquirisse um novo perfil. De 1995 até o início de 1999, o produtor de leite enfrentou o problema do câmbio valorizado, ou seja, a moeda brasileira praticamente esteve equiparada em relação ao dólar. Nesse período o Brasil se tornou o maior importador mundial de lácteos.

O impacto das alterações observadas nas relações de mercado de países com blocos, de países com países, e de blocos com blocos tem como origem, via de regra, os ditames protecionistas das políticas comerciais dos países ricos e a nova postura do consumidor, esta sobretudo por dois paradigmas: segurança alimentar e preservação ambiental. Em função disso, a base do processo de estruturação da atividade leiteira, que antes era o produtor, passou a ser o consumidor. Dessa forma, toda a cadeia produtiva foi submetida a um complexo processo de reorganização, voltando o foco de suas estratégias competitivas claramente para o mercado consumidor.

Com base nessas macrotendências e, tendo como parâmetro o comportamento passado e presente do agronegócio do leite no Brasil e, no seu contexto, o de Pernambuco, particularmente aquele conduzido no Agreste, abre-se um novo cenário.

Cerca de 74% do leite produzido em Pernambuco fica na região Agreste, o equivalente a 1,1 milhão de litros/dia. Este volume se concentra, basicamente, nos municípios de Águas Belas, Bom Conselho, Canhotinho, Correntes, Garanhuns, Gravatá, Limoeiro, Pesqueira, Sanharó, São Bento do Una, São Caetano e Venturosa. Esta mesorregião também apresentou o maior índice de produtividade animal no Estado (1.237 litros/vaca/ano), conforme dados levantados pela Embrapa Gado de Leite (Juiz de Fora-MG), em 2002.

Até o início da década de 1990, o município de Gravatá teve uma das mais importantes bacias leiteiras do Estado, mas perdeu parte da liderança com a privatização da Companhia de Industrialização de Leite de Pernambuco – CILPE.

Segundo levantamento da Câmara Setorial do Leite do Estado de Pernambuco, realizado em 2000, a pecuária leiteira no Agreste do Estado é praticada em maior expressão por produtores que não vão além de 300 litros/dia, com elevada dispersão espacial, situados em unidades geoambientais com características, grau de capacitação da mão-de-obra, culturas empresariais, genética dos rebanhos e mercado consumidor diferentes. Tal diferenciação dificulta ou mesmo impede a formulação de ações, projetos e políticas uniformes, induzindo a adoção de intervenções pontuais.

Páginas: anterior 1 2 3 próxima Topo da página


José Gouveia FigueiroaEnvie um email!
Técnico de Nível Superior - EMBRAPA/CPATC

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

:. ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos por assunto

Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
Copyright © 2000 - 2014 Agronline.com.br