Brasil, 20 de abril de 2014.
Ir para a página inicial Agrolinks Comunidade Ciência & Tecnologia Informação Negócios Publicidade
   
 
 Artigos
 Eventos
 Notícias
 Cadastre-se
 Agrociência
 Software
 Categorias
 Mais visitados
 Classificados





Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
Transgênicos

08-07-2003

:. Do mesmo autor
Interação de Genótipos com Ambientes

Cercosporiose em Milho

Anteriormente ao conceito de Transgênico, deve-se esclarecer o que vem a ser Biotecnologia. Conceitua-se como sendo “qualquer técnica que utilize organismos vivos ou partes, para fazer ou modificar produtos, melhorar plantas ou animais, ou desenvolver microrganismos para uso específico”. Deste modo podemos entender a panificação e a produção de vinhos ou cervejas como processos biotecnológicos (no caso da panificação utiliza-se o fermento para modificar uma massa composta de farinha de trigo, açúcar, ovos e outros em pão). Deste modo a biotecnologia participa do nosso dia a dia há muito tempo. Mais recentemente temos o exemplo da produção de insulina por bactérias geneticamente modificadas, que receberam o gene humano para produzir este hormônio (em 1982), que anteriormente era extraída do fígado de cadáveres.

Transgênico ou Organismo Geneticamente Modificado (OGM) é o organismo cujo material genético (DNA/RNA) tenha sido modificado por qualquer técnica de engenharia genética, recebendo genes exógenos (oriundos de espécies diferentes, não correlacionadas).

Considerando que o gene é uma parte do DNA que possui um código genético para produzir certa proteína específica, e que este gene é composto por uma seqüência de bases nitrogenadas, pode-se fazer a seguinte analogia: as bases nitrogenadas são letras, os genes são palavras, o DNA (ou o cromossomo) que contém estes genes são frases e o organismo é um texto. As letras devem estar ordenadas para que a palavra tenha sentido; as palavras combinam-se de tal forma que a frase também tenha sentido e as frases devem compor o texto de modo lógico. Qualquer letra, palavra ou frase com problema levará a um texto distorcido, o que resulta num organismo com problema. Observa-se, portanto, que transferir um gene de um organismo para outro não é tarefa fácil, pois este deverá funcionar em local e época adequados, de modo a não interferir erroneamente no funcionamento do ser vivo. Imagine o que ocorreria se um gene que deveria funcionar no fígado apenas estivesse ativo no ouvido. Seria uma confusão. Felizmente nosso organismo já está suficientemente evoluído e todos os genes sabem onde funcionar. Cabe aqui lembrar que todas as células do nosso corpo são totipotentes, ou seja, possuem a mesma constituição genética e pode-se regenerar um novo organismo a partir desta célula (exceto os gametas).

Mas fazer um determinado gene funcionar em hora e local apropriados não é o único problema. Imagine como seria difícil encontrar uma pessoa numa cidade de cerca de 40.000 habitantes. Pois bem, cada célula somática do corpo humano possui cerca de 40.000 genes, cada um com sua função específica. Procurar um gene não é tarefa nada fácil. Mas existem técnicas que nos ajudam nesta tarefa, como por exemplo determinar o cromossomo onde este gene se localiza e também sua função.

As principais etapas para a transformação de um organismo são: identificação do gene, isolamento (ou extração), clonagem (ou multiplicação) e introdução no organismo receptor. Depois basta verificar seu funcionamento. Pode parecer simples, mas não é, como já verificamos anteriormente.

Mas porque os transgênicos causam tanta discussão? Basicamente pelo fato de que os efeitos de se transferir genes exógenos não são conhecidos. No melhoramento clássico observamos que, ao buscarmos introduzir um gene desejado para melhorar certa cultivar de planta, outros genes são “arrastados” com o gene que se deseja introduzir (isto é chamado de “Linkage-drag”), pois há ligação gênica entre os genes de um mesmo cromossomo. Assim sendo, junto com o gene benéfico que desejamos introduzir, pode vir outro gene prejudicial ligado a ele. Some-se a isso que os cruzamentos só podem ser realizados entre indivíduos próximos, normalmente de uma mesma espécie ou entre espécies muito próximas. No caso dos transgênicos não há barreiras entre espécies, sendo o gene retirado de uma espécie e introduzido em outra, além de ser transferido sozinho, sem nenhum outro gene ligado a ele.

Páginas: anterior 1 2 próxima Topo da página


Márcio Gomes SquilassiEnvie um email!
Pesquisador - EMBRAPA/CPATC

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • trangênicos
    quando o professos passou esse trabalho eu não tinha a minima ideia sobre trangênicos, mas agora eu estou muito supreso com todo esse hitórico tambem de muitas polêmicas apresentados nesses argumentos.
    felipe - 06-04-2012 10:08h

  • transgênicos
    gostei muito do assunto, me ajudou bastante no trabalho da escola, thank you!!!
    alex pinheiro - 11-09-2011 23:07h

  • Transgênicos
    Olá meu Nome é AMANDA e queria saber corretamente e bem rezumido o que é transgênico pois estou no setimo ano na escola e vou fazer um trabalho da feira de ciências e é sobre Transgênicos.. Por favor a gente precisa fazer uma maquete e presisamos de alguma ajuda se não for muito encomodo poderia responder o mais rapido possivel!! Muito Obrigada..
    Amanda Valdice Apolinário - 07-06-2011 13:31h

  • transgenicos
    massa gostei muito de todas essas informações!!
    Ferdiciano(nén) - 07-07-2010 09:02h

  • transgenicos
    gostei muito desse assuto pos ele tem muitas coisas inpotante e muitas polemicas
    cleonice - 14-06-2010 14:18h

  • transgenia
    gostei muito sobre o artigo, ficaria melhor se colocassem topicos que falassem das prevalencias de culturas modificadas em determinados paises, e algo mais sobre as polemicas e conflitos gerados em relacao aos transgenico... obrigado!!!
    junilson santos - 31-05-2010 10:06h

  • transgenicos
    o artigo é muito interessante, pois não tinha muito conhecimento do assunto.. vou apresentar um trabalho em grupo sobre trangenicos. é muito interessante. se puderem eviar para meu email algo a respeito do assunto agradeço. obrigado! Andressa.
    andressa de souza machado - 28-04-2010 14:43h

  • Produtos Transgênicos
    Não é etico e nem seguro, deixa de ser ético porque, manipulando a estrutura natural do produto com o objetivo de obter a característica específica para diminuir a fome no mundo se obtem no custo final do produto o mesmo valor ou até mais caro , sempre visando o lucro para as industrias, mascarando o problema, ainda sem ter a segurança destes produtos serem garantidos para o consumo, sendo tóxico, sabendo que existe resistência à antibióticos, ou seja, agredindo o nosso sistema imunológico, o governo pensando somente no ganho financeiro das industrias, pois tem ações com as mesmas ,colocando em risco a humanidade ,deficiência neurológica , prejuízo à biodiversidade, diminuindo gradativamente o nosso consciente de inteligência, isto é uma agressão, um crime hediondo por parte do governo: o alimento se divide em tres partes: 1a. parte: Constituição do nosso consciente de Inteligência, 2a. parte: Constituição dos ossos, cartilagens e sangue, 3a. parte: Excretada nas fezes. Com relação a medicina veterinária, o mesmo ponto de vista deve ser aplicado, pois o animal é uma fase do espírito, este animal volta á ser um ser humano, tudo o que acontece com a mente dele ou a nossa é irreversível,não deve ser injetado nada no animal, nada do que Deus criou deve ser modificado, se os cientistas já comprovaram em laboratórios que é tóxico, porque modificar . "A nossa mente é o nosso maior tesouro". Muito Obrigada, pela oportunidade - Graduanda da área de Saúde.
    Sonia - 20-05-2009 21:12h

  • lega
    eu adorei essa pagina tem muitas coisas interesante
    walmir junior albino de souza - 18-04-2009 15:06h

  • Transgênicos positivos.
    O que são trangênicos positivos?
    andreia - 19-02-2009 19:27h

  • satisfação
    O presente artigo me deixou bastante satisfeita pois é de uma linguagem símples, de fácil compreensão para mim que sou professora, formada em área diferente e no momento, estou trabalhando Ciências. Me ajudou bastante muito obrigado.
    mariarosalina - 14-08-2008 14:44h

  • Legal
    Essa materia me ajudou muito com um trabalho de biologia .
    Uesli - 19-06-2008 04:33h

  • TRANGENICOS
    EU GOSTEI MUITO DE LER ISSO SOBRE OS TRANGENICOS FOI MUITO INTERESSANTE ESSA MATERIA THAU
    JESSICA MICHELE - 26-02-2008 15:23h

  • idéia
    Entender sobre os trasgenicos ficou bem mais fácil com o exemplo, ou melhor dizendo, com a comparação a que foi feita com a gramática. Achei a idéia genial ........
    RENATA DE CÁSSIA SILVA - 09-06-2006 17:26h

  • transgenicos
    sabemos que a muito tempo ja usamos produtos geneticamente modificados,na minha opinião não sabemos o que realmente o produto transgenico causa em nosso organismo, e qual o seu real efeito na natureza, o que estamos vendo é mais uma oportunidade de discussão sobre um fato que esta em alta,e que rende muito comentario e mídia tanto para o setor público quanto para a imprensa em geral,o que realmente devemos fazer é pesquisar a fundo o caso e se for viável torna-ló uma realidade consistente e não um jogo de "diz que me diz".
    miller - 29-10-2004 20:21h

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS
    Alimentos transgênicos: omissão e desrespeito
    Afinal, qual é mesmo o "suave veneno" dos transgênicos?
    Porque sou favorável à soja transgênica - divagações de um pragmático
    Biotecnologia e Transgênicos
    Soja transgênica no Brasil: anotações sobre a legislação de plantio, comercialização e direitos da propriedade intelectual
    Embrapa Agrobiologia estuda a comunidade dos microrganismos do solo como parte da avaliação do impacto ambiental decorrente do cultivo de mamão geneticamente modificado
    A agricultura tradicional e a preservação da diversidade genética das espécies cultivadas

    Copyright © 2000 - 2014 Agronline.com.br