Brasil, 19 de abril de 2014.
Ir para a página inicial Agrolinks Comunidade Ciência & Tecnologia Informação Negócios Publicidade
   
 
 Artigos
 Eventos
 Notícias
 Cadastre-se
 Agrociência
 Software
 Categorias
 Mais visitados
 Classificados





Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
O Estado moderno

10-06-2003

:. Do mesmo autor
O Marketing e o Agronegócio

O Marketing e o Agronegócio II

Porque sou favorável à soja transgênica - divagações de um pragmático

Nosso grande diferencial

Competentes e Maléficos

Novos instrumentos de Marketing no agronegócio

Novidade: Cooperativas de Cachaça

Um negócio moderno

Marketing do Agronegócio III - Uma Nova Roupagem

Responsabilidade Social

Mais instrumentos para a empresa cooperativa

Antigamente garantia o funcionamento da atividade econômica, cuidando principalmente da defesa de suas fronteiras sem interferir no processo produtivo. No início do século XX, com a Revolução de Outubro, crescia seu papel de poder totalitário, com interferência integral na economia, o que durou perto de setenta anos terminando com o fracasso do comunismo, ainda respirando através da solitária e brava Cuba. Recentemente, o papel do Estado tem sido questionado e existem diversas correntes reconsiderando sua função. O Brasil, que estatizou suas empresas públicas sem uma visão de futuro e se atropela nos resultados pouco promissores deveria, neste início de Governo, trabalhar para encontrar seu caminho. O Estado vem sufocando a sociedade ao cobrar muito pelo pouco que oferece em troca.

A complexidade da economia, o porte das organizações e a descoberta de que o meio ambiente deve ser preservado, pois, como tudo, se desgasta, tem levado o Estado a se afastar da produção, onde se mostrou ineficiente, e ocupar um lugar mais alto: formulador de políticas públicas, em articulação com a sociedade organizada, e regulador da atividade econômica. Deve indicar os rumos da economia ao formular a política econômica que irá direcionar seus investimentos, enquanto organiza e administra o arcabouço jurídico que permitirá à sociedade exercer seu papel produtivo. Este é o Estado pequeno e poderoso. Eficiente e necessário.

Recentemente o Dep. Odelmo Leão, Secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA), com a presença do Sr. Governador, deu posse ao CEPA – Conselho Estadual de Política Agrícola. As presenças e o local da posse, o Palácio da Liberdade, são indicativos das intenções e propósitos desta ação política. A sociedade mineira, através de seus representantes no CEPA, fornecerá subsídios para que a SEAPA desenvolva a política agropecuária do Estado, antiga reivindicação dos produtores mineiros. Este é um exemplo de parceria da iniciativa privada com o Estado: auscultar a sociedade e fomentar o desenvolvimento no ritmo e na direção escolhida por todos.

Páginas: anterior 1 2 próxima Topo da página


Marcos Garcia JansenEnvie um email!
Diretor de Política Agrícola - SEAPA

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

  • projeto
    Gostaria de saber um e-mail de voces para montar um projeto para tirar em media de 500 a 1000 l de leite diariamente,E gostaria também de saber qual a raça seria melhor para atender essa espectativa, em uma propriedade de 12 alqueires, e um projeto para curral,para atender todas as necessidades. e levantamentos de custos no investimento.desde ja agradeço
    Andre Cerello da Paixao - 06-08-2012 18:51h

  • estado moderno
    muito bom saber que existe sites para pesquisarmos sobre tudo e quero falar tambem que tirei 10 nessa pesquisa..
    grace kelly - 04-04-2010 10:27h

  • o Estado Moderno, novos atores sociais
    muito bom, mas gostaria que desenvolve-se mais o tema com exemplos e especificações . se possivel desdobrar mais o assunto seria mais facil a compreensao. obrigado e parabens pelo seu site
    izailton - 28-09-2008 15:47h

  • Estado moderno:ONGs
    Reconheço a importância das ONGs mas também vejo que sua "forma desordenada,por ser nova" tem,em vários casosd,servido como excelente instrumento a serviço da corrupção.Dessa forma a "simpatia da sociedade" vem sendo substituida gradativamente por desconfiança,o que ameaça as instituições sérias.
    Raimundo Santana Novaes - 16-01-2008 00:53h

  • muito bom
    deveria aprofundar-se,quando diz que: o Brasil estatizou suas empresas públicas sem uma visão de futuro e se atropela nos resultados poucos promissores
    Everaldo - 07-04-2007 16:38h

  • Interessante!
    É MUITO BOM SABER QUE HÁ SITES COMO ESTE PARA PESQUISARMOS SOBRE ASSUNTOS REALMENTE INTERESSANTES. NELE HÁ MUITAS INFORMAÇÕES QUE CONTRIBUEM PARA O NOSSO CRESCIMENTO EDUCACIONAL. PARABÉNS À TODOS VOCÊS...
    Daniela - 09-02-2007 08:22h

  • comentario
    Eu achei legal mas acho que de veria conter mais coisa sobre o asunto.
    Patricia - 09-11-2006 16:41h

  • :. ARTIGOS RELACIONADOS
    Dinamismo do agronegócio brasileiro
    A nova agricultura: empresarial e profissional
    O agronegócio baiano
    Agronegócio Brasileiro e Mercados Globalizados
    O Marketing e o Agronegócio
    O Marketing e o Agronegócio II
    Nosso grande diferencial
    Competentes e Maléficos
    Novos instrumentos de Marketing no agronegócio
    Um negócio moderno
    Oportunidades e ameaças da visibilidade
    Oferta e demanda no mercado de café
    Redes de Informação: Essência do planejamento na tomada de decisões estratégicas no Agronegócio.
    Deterioração dos termos de troca e a necessidade de agregar valor ao café
    Expectativas para o álcool em 2005 e 2006
    Agronegocio e crescimento economico paranaense
    Mercado de carne: riscos e oportunidades
    Comercialização de frutas em Rondônia: o que querem os distribuidores e o que oferece o produtor
    Crise no Agronegócio: Reflexos na sociedade
    Retenções sobre Comissão
    O agronegócio no Brasil

    Copyright © 2000 - 2014 Agronline.com.br