Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agroinformática
 
Desenv. Rural
Economia Rural
 
Pecuária
 
A pecuária e as pastagens do Pantanal

15/03/2002

A aplicação de tecnologia na pecuária de corte do Pantanal, a principal atividade econômica da região, tem como propósito o aumento do número de bezerros desmamados, pois seu sistema extensivo de produção envolve principalmente a fase de cria. Para tanto, são necessários animais de boa linhagem genética com matrizes produtivas, rústicas e com boa habilidade materna, além de quantidade adequada de alimentos de qualidade, onde o manejo de pastagens é fundamental.

As principais tecnologias geradas e aplicadas pela Embrapa Pantanal através de experimentos e acompanhamento de algumas fazendas, proporcionaram aumentos palpáveis na produção. Estas referem-se ao manejo, introdução e seleção de animais anelorados tais como: substituição de touros de qualidade genética questionável por touros selecionados; descarte de matrizes improdutivas; exame andrológico nos touros; estação de monta (relação touro/vaca de 1/25); controle sanitário com vacinação e vermifugação estratégicas; cultivo de pasto para uso estratégico; adoção de piquetes para vacas prenhas e para touros em descanso; sal mineral formulado específico para cada sub-região; bezerros tratados ao nascer (cura do umbigo mais ivermectina) e desmamados precocemente (seis meses). Essas técnicas relativamente fáceis e de baixo custo são muito pouco adotadas pelos produtores pantaneiros por questões culturais ou falta de infra-estrutura como transporte adequado e instalações.

As pastagens naturais e também as cultivadas são igualmente importantes no sistema atual de produção. O Pantanal, a maior planície alagável do planeta, recentemente, declarado pela Unesco, como “Reserva da Biosfera”, apresenta-se como uma imensa pastagem nativa com várias fitofisionomias (mata chaquenha, cerradão, cerrado, campo sujo, campo limpo e baías com plantas aquáticas). Perto de 4,5 % da área do Pantanal (6.000 km2) são pastagens cultivadas de Brachiaria decumbens, B. brizantha e B. humidicola, principalmente, em áreas desmatadas de cordilheiras e de campo. Muitas dessas pastagens foram formadas há mais de 20 anos mantendo-se até hoje sem degradação.

As pastagens nativas na maioria das áreas são de baixa produtividade e baixa qualidade nutricional sendo necessários 3,6 ha/animal, podendo chegar na parte leste, a 5,0 ha/animal. São necessárias grandes propriedades para tornar a atividade economicamente viável e dependendo da região, alguns produtores precisam ter duas ou mais propriedades para socorrer o gado nos dois períodos críticos do ano: seca e cheia. As forrageiras de alta qualidade são principalmente hidrófilas e mais comuns no Pantanal baixo e as com grande quantidade são de baixa qualidade. O que fazer então? Quais tecnologias desenvolver e implantar sem degradar ou impactar os ecossistemas e com baixo custo?

Páginas: anterior 1 2 próxima Topo da página


Cristina Gonçalves RodriguesEnvie um email!
Pesquisadora - EMBRAPA/CPAP
José Aníbal Comastri FilhoEnvie um email!
Pesquisador - EMBRAPA/CPAP

  Enviar este artigo por e-mail  Imprimir este artigo  Como citar esse artigo 
:. COMENTÁRIOS
    Clique aqui!  E deixe seu comentário sobre o artigo!

:. ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos por assunto

Administração Agribusiness Agricultura de Precisão Agricultura Familiar Agricultura Urbana Agroecologia e orgânicos Agroindústria Agronegócio Agropecuária Familiar Agropesquisa Alimentação Apicultura Avicultura Boi verde e Pecuária orgânica Bovinocultura Caprinocultura Ciência florestal Climatologia Comércio internacional Comunicação Contaminação de águas Cooperativismo Crédito agrícola Crédito Rural Crise Energética Desenvolvimento Rural Desenvolvimento Sustentável Ecologia Educação Exportação Extensão Fauna Silvestre Fertilidade do Solo Fertilidade e conservação do solo Fitopatologia Fitotecnia Forrageiras Fruticultura Genética Horticultura Internet na agricultura Irrigação e Drenagem Marketing Meio ambiente Nutrição animal Ovinocultura Paisagismo Pecuária Leiteira Piscicultura Plantas Daninhas Plantas Medicinais Plantio direto Pragas e doenças Rastreabilidade Animal Sanidade animal Segurança Alimentar Seguro agrícola Sementes Suinocultura Tecnologia Transgênicos Zoonoses
Copyright © 2000 - 2017 Agronline.com.br