Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Agronegócios
Bertin prepara abertura de capital em 2010
Depois de registrar lucro recorde no segundo trimestre do ano, a Bertin prepara sua abertura de capital.A data ainda não está fechada, mas o diretor executivo da empresa, Fernando Falco, afirma que no início de 2010 a Bertin fará a oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) esperada desde a entrada do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no capital da empresa, em maio do ano passado. "Sempre é possível fazer, mas em 2009 será muito difícil. Imaginamos a abertura para o início do ano que vem, já que temos alguns processos para estruturar melhor dentro da companhia", afirma Falco.

Hoje, a Bertin é o único dos cinco grandes grupos frigoríficos do País que não tem ações negociadas em bolsa. Com seu IPO em 2010 a empresa se junta à BRF, à JBS Friboi, à Marfrig e ao Minerva e reforça a lista de indústrias processadoras de proteína animal com ações na Bovespa. A decisão da Bertin em voltar a falar na abertura de seu capital vem poucas semanas depois de a JBS Friboi ter encaminhado para a Securities and Exchange Commission (SEC) um pedido para a oferta pública de ações nos Estados Unidos.

Antes de lançar ações no mercado, no entanto, a Bertin deve fazer pelo menos uma nova captação de recursos, utilizando linhas de médio prazo, com vencimento variando entre três e cinco anos. A estratégia é aproveitar a melhora no mercado financeiro e as propostas que a empresa vem recebendo de instituições financeiras. Segundo Falco, a empresa tem sido consultada recentemente para elaborar operações estruturadas, fato que não acontecia até junho deste ano. "Agora, o mercado está abrindo oportunidades de captação, oferecendo operações estruturadas, o que é importante para nós, porque não é possível manter essa taxa de crescimento sem uma estrutura de capital mais forte", disse.

Na prática, antes de abrir capital a Bertin pretende manter seu ritmo de crescimento e vai se capitalizar para conseguir esse objetivo. Entre as linhas de financiamento disponíveis, Falco cita como exemplo debêntures reversíveis em ações, emissão de bonds e também linhas de médio e longo prazos. "Eu não tenho necessidade de dinheiro para investimento, eu tenho necessidade de dinheiro para capital de giro, para crescer e o volume necessário vai depender da taxa de crescimento que for mantida", diz Falco. Ele lembra que o maior problema da empresa é manter o ritmo de crescimento, que está hoje na ordem de 20% a 25%. "Esse é um ritmo muito agressivo", afirma.

Foi exatamente a agressividade no crescimento das operações no Brasil que colocou a Bertin como a segunda maior empresa de abate de bovinos do Brasil, atrás apenas da JBS Friboi. O grupo tem uma capacidade para abater 14 mil cabeças por dia, ou seja, é responsável por quase 10% do abate total do País. Para chegar a esse patamar o grau de endividamento da empresa foi considerado muito elevado. Esse endividamento, aliás, teria sido um dos principais motivos pelo qual houve a aproximação da Marfrig para buscar uma fusão, no período da alta do dólar a partir de setembro do ano passado. O assunto Marfrig, aliás, "saiu da pauta", segundo Falco. Hoje, o endividamento da empresa é estimado num valor pouco acima dos R$ 2 bilhões.

Segundo Falco, a relação entre a dívida e o Ebitda está hoje em 3,36. No segundo trimestre do ano, a geração de caixa medida pelo Ebitda da Bertin foi de R$ 192,1 milhões. "Para a abertura de capital esse é um nível bom e que a companhia sempre trabalhou. Estamos dentro do que estabelecemos com nossos interlocutores financeiros e a empresa está numa situação de estabilidade", afirma Falco.

Data: 28-08-2009
Fonte: Agência Estado
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias relacionadas
»Sicredi marca presença na 4ª Semana Nacional de Educação Financeira
»Com foco em produtos sustentáveis, Arysta LifeScience participa do CPAgro 2017 da Copacol
»FMC estimula produtores a praticar ações eficazes de manejo na AgroBrasília 2017
»CARNE FRACA: Mapa anuncia ações contra fraudes a embaixadas de 29 países
»Laticínios Davaca aposta em ERP da Sankhya para melhorar a gestão do negócio e sustentar ritmo de crescimento acelerado

Notícias anteriores
25/Mai-01/Jun  02-09/Jun  10-17/Jun  18-25/Jun    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2020 Agronline.com.br