Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Agronegócios
Grupo Marfrig divulga balanço do 2T09
A Marfrig Alimentos S.A. (Novo Mercado da Bovespa: MRFG3), a empresa de alimentos mais diversificada em carnes acaba de concluir seu balanço trimestral, referente ao 2T09, reiterando sua filosofia de diversificação de portfólio, preocupação ambiental e melhoria contínua de processos.

Marcos Molina dos Santos, Presidente e Chairman do Grupo, reitera a Marfrig Alimentos como uma empresa ágil e ciente de sua posição de destaque nos cenários nacional e internacional. “Somos o resultado da ação e do esforço de quase 40.000 colaboradores trabalhando para aprimorar a excelência na qualidade de nossos produtos e continuamos mostrando nossa capacidade de reagir de maneira eficaz frente a mudanças nas condições econômicas, implementando sinergias já previstas por nós entre nossas divisões, frente ao cenário desafiador que tem se apresentado o ano de 2009”, avalia Molina.

O 2T09 apresentou-se como um período de intensa atividade para a Marfrig. Entre alguns dos números podemos citar a Receita Líquida no 2T09, que foi de R$ 2.403,9 milhões, crescendo +97,5% se comparada ao 2T08 (R$ 1.217,1 milhões) e 6,8% quando comparada ao 1T09 (R$ 2.250,9 milhões). Houve ainda um aumento de 5,8% no volume vendido em relação ao 1T09.

Podemos destacar também a Receita Bruta, que aumentou +94,2% atingindo R$ 2.572,4 milhões se comparada aos R$ 1.324,4 milhões registrados no 2T08 e cresceu 5,2% se comparada aos R$ 2.445,5 milhões registrados no 1T09. O Lucro Bruto no 2T09 foi de R$ 324,2 milhões crescendo 31,5% e 3,5%, respectivamente, se comparado ao 2T08 (R$ 246,5 milhões) e ao 1T09 (R$ 313,4 milhões). A Margem Bruta atingiu 13,5% decrescendo 40 p.b. e 680 p.b. respectivamente se comparado aos 20,3% registrados no 2T08 e 13,9% do 1T09.

Com relação ao EBITDA, a Marfrig atingiu R$ 183,4 milhões, aumentando +32,0% contra os R$ 138,9 milhões do 2T08 e 12,1% em relação aos R$ 163,6 milhões do 1T09. A Margem EBITDA no período foi de 7,6% superior em 30 p.b. ao 1T09 sustentada pelo crescimento dos volumes nos mercados internos do Brasil e da Europa. Já a participação dos produtos industrializados permaneceu estável em 29,4% da receita líquida se comparado com o 1T09, entretanto atingiu R$ 707,9 milhões, superior em 242,7%, se comparado com o 2T08, onde os produtos industrializados representaram 17,0% da receita líquida da empresa.

De acordo com o diretor de Planejamento e Relações com Investidores do Grupo Marfrig, Ricardo Florence, “o lucro trimestral recorde na história da Marfrig foi alavancado pelos ganhos cambiais cujo efeito oposto havia nos prejudicado na segunda metade do ano anterior. A atuação nas vendas nos mercados internos de cada país em que estamos também foi eficaz e deu sustentação ao nosso crescimento global. O resultado compensou parcialmente o efeito da valorização da moeda brasileira frente ao dólar americano, fator que afetou tanto as exportações a partir do Brasil como a tradução para a moeda funcional da empresa (R$) das operações de grande parte das nossas divisões internacionais”, analisa Florence.

“Nosso plano estratégico de crescimento prevê a contínua busca por melhorias em todos os processos, implementando novas ações que reduzam o impacto de nossas atividades no meio ambiente. O processo de melhoria em tudo o que fazemos deve ser continuo. O conjunto das nossas ações com o comprometimento de todos os nossos colaboradores tem sido fundamental para o crescimento sustentável do Grupo Marfrig”, finaliza Marcos Molina.

O Grupo Marfrig - Organização de produtos alimentícios, que opera em uma base diversificada e operacionalmente flexível com 59 plantas únicas de produtos de carne bovina, suína, ovina e aves entre a América do Sul, a América do Norte e a Europa, presentes com seus produtos em mais de 120 países. Em agosto de 2009 o grupo conta com 18 plantas de abate de bovinos (9 no Brasil, 5 na Argentina e 4 no Uruguai), 30 modernas plantas de produtos industrializados e processados (12 no Brasil, 5 na Argentina, 3 no Uruguai, 1 nos Estados Unidos e 9 na Europa), 4 unidades de abate de cordeiros (1 no Brasil, 1 no Chile e 2 no Uruguai), 2 unidades de abate de suínos (Brasil), 10 unidades de abate de frangos (7 no Brasil e 3 na Europa) e 2 tradings (Chile e Reino Unido), com capacidade de abate diário de 21.300 cabeças de bovinos, 4.200 de suínos, 9.400 de ovinos, 1.726.000 frangos, 30.000 perus e 2.171 t/dia de produtos industrializados/processados.

Atendimento à Imprensa:

Texto Assessoria de Comunicações

11 2198-1888

Data: 12-08-2009
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias relacionadas
»Sicredi marca presença na 4ª Semana Nacional de Educação Financeira
»Com foco em produtos sustentáveis, Arysta LifeScience participa do CPAgro 2017 da Copacol
»FMC estimula produtores a praticar ações eficazes de manejo na AgroBrasília 2017
»CARNE FRACA: Mapa anuncia ações contra fraudes a embaixadas de 29 países
»Laticínios Davaca aposta em ERP da Sankhya para melhorar a gestão do negócio e sustentar ritmo de crescimento acelerado

Notícias anteriores
29/Out-05/Nov  06-13/Nov  14-21/Nov  22-29/Nov    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2019 Agronline.com.br