Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Geral
MG - Perfil IGENITY apresenta inovações na Expogenética
Durante a Expogenética, de 16 a 21 de agosto, em Uberaba, a Merial Saúde Animal apresentará inovações e atualizações do Perfil IGENITY, teste de DNA, oferecido pela empresa.

A partir de um simples conjunto de pêlos da cauda de um bovino é possível desvendar informações valiosas sobre o potencial genético do animal para características produtivas e reprodutivas, como fertilidade, precocidade sexual, ganho de peso, qualidade de carne e outros. Com os marcadores moleculares IGENITY é possível ir além, uma vez que foi incorporada uma nova forma de informação da avaliação do índice de potencialidade dos bovinos. Além dos escores de 1 a 10, que determinavam o potencial genético para algumas características, agora os animais passam a ser classificados por Valores Genéticos Moleculares (VGM) individuais.

“Essa nova opção de apresentação dos resultados das análises de DNA do Perfil IGENITY permite não apenas acelerar o progresso genético ao proporcionar um diferencial maior na seleção de touros, doadoras e novilhas de reposição, mas também aumentar o poder preditivo de cada característica além da intensidade com que são expressas”, explica Guilherme Gallerani, gerente IGENITY. Essa é uma importante ferramenta a ser utilizada, não só no processo de seleção, mas também na tomada de decisões relacionadas ao manejo e ainda como ferramenta de marketing.

Assim, os VGMs IGENITY possibilitam distinguir animais de mesmo escore, com base no potencial genético do animal em determinado ambiente ou sistema de produção. “Em outras palavras, por serem expressos na mesma unidade de medida de característica, como, por exemplo, quilogramas, porcentagem de prenhez, centímetros quadrados, os VGMs quantificam o potencial do animal para as características produtivas ou reprodutivas avaliadas”, resume Gallerani.

A avaliação por VGMs, portanto, permite identificar o melhor animal para determinada característica em um plantel, mesmo quando há mais de um animal identificado com o mesmo escore. Ou seja, o VGM ajuda o pecuarista a reconhecer o animal de maior potencial genético para a característica avaliada.

“Essa nova ferramenta do Perfil IGENITY possibilita avaliação mais precisa da diferença de potencial entre animais, fornecendo elementos de grande relevância para os processos de seleção”, detalha o gerente. Os VGMs proporcionam assim, maior detalhamento em relação à avaliação por escores.

A forma de apresentação dos VGMs é bastante similar às DEPs (Diferença Esperada na Progênie) utilizadas largamente na pecuária de corte ou às PTAs (Habilidade de Transmissão Predita), base de seleção usual da pecuária leiteira. Desta forma, os animais podem ser comparados entre si e sua diferença de potencial genético expressa em valor, permitindo mais facilmente o estabelecimento de relações custo-benefício. Os VGMs permitem ainda que cada animal testado seja comparado a outros de mesma raça e ranqueados para cada característica, facilitando a seleção e possibilitando ao produtor tomar as decisões estratégicas com mais confiabilidade.

Ampliação do painel Nelore – ainda durante a Expogenética, os criadores poderão conhecer as novas características genéticas que podem ser identificadas a partir da tecnologia de marcadores moleculares. Por meio do IGENITY agora é possível avaliar o desempenho de animais da raça Nelore para sete novas características no que diz respeito à composição e rendimento de carcaça, qualidade de carne, características reprodutivas, temperamento, animais com potencial para Peso a Desmama e Ganho de Peso Pós-Desmama, a longevidade com que são capazes de permanecer no rebanho, definida como Stayability, além de exemplares mais resistentes a ectoparasitas.

Perfil IGENITY – É um teste de DNA que revela o potencial genético de bovinos de corte e de leite (raças taurinas e zebuínas), para características economicamente relevantes. IGENITY orienta o melhoramento genético dos animais na fazenda, permitindo a tomada de decisões de manejo, seleção e acasalamento e ainda na orientação de compra e venda de animais, com base no conhecimento do perfil genético.

A avaliação de potencial genético (escore ou VGMs) é feita a partir de amostras de pelos coletadas da cauda do bovino, que são enviadas para análise em laboratório. Os dados são analisados e a partir dessas informações o produtor conhece melhor a genética do plantel.

Mais informações pelo telefone 0800 888 8484 ou pelo site www.merial.com.br.

Informações:

Texto Assessoria de Comunicações

(11) 2198-1888

Data: 12-08-2009
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias relacionadas
»Brandt investe no potencial de crescimento da agricultura brasileira e dobra de tamanho em dois anos
»Mais de duas mil pessoas prestigiam Ação Cooperada em Erechim
»Pesquisa desenvolve biscoito de cereais integrais com recheio de polpa de frutas brasileiras
»AgroBrasília 2017: Sucessão Familiar é tema da Feira
»Nutron auxilia produtores de suínos a diminuir o impacto das micotoxinas

Notícias anteriores
29/Out-05/Nov  06-13/Nov  14-21/Nov  22-29/Nov    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2019 Agronline.com.br