Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Agricultura
PE - Salinização põe em risco fertilidade de solos em projetos de irrigação
A análise de amostras de solo e de água, em diferentes pontos de armazenamento de água de drenagem do Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho, em Petrolina (PE), constatou a presença de elevadas quantidades de sais e baixos valores de pH. Os resultados dessa análise constam de trabalhos apresentados por pesquisadores da Embrapa Semi-Árido no 380 Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola, realizado em Juazeiro-BA e Petrolina-PE.

A quantidade considerada normal do índice de salinidade no solo é condutividade elétrica (C.E) menor que 4 dSm-1 . Nas amostras de solos avaliadas, foram encontrados valores que chegaram a 11,82 dSm-1 – no período de chuva – e 13,35 dSm-1 – na época sem chuva. Conforme as pesquisadoras Luiza Teixeira de L. Brito e Roseli F. Melo, os maiores valores de C.E nos meses mais secos do ano se deve à evaporação mais intensa da água, o que aumenta a concentração de sais. O baixo pH, por sua vez, indica a tendência dos solos a se tornarem ácidos.

As coletas dos solos para análises foram feitas em nove lagoas de drenagem do Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho – PISNC, e em solos em condições não cultivadas. Os pesquisadores encontraram teores elevados de elementos químicos como sódio (Na), cálcio (Ca), potássio (K) e magnésio (Mn). Também registraram a presença de metais pesados como chumbo (Pb), cádmio (Cd) e cromo (Cr), em níveis acima do permitido pela legislação.

Para as autoras dessa pesquisa, a causa mais provável para esta situação é o excesso de aplicação de fertilizantes, falta de drenagem adequada e a ineficiência dos sistemas de irrigação. Estes fatores, associados ao regime irregular das chuvas e à elevada evaporação, aumentam a presença de sais solúveis e outros elementos no perfil do solo, podendo vir a prejudicar a produção agrícola de forma significativa e a entrada desses elementos tóxicos na cadeia alimentar.

De acordo com Luiza Brito e Roseli Melo, esta é uma situação que tem grande potencial poluidor e pode expressar efeitos tóxicos às plantas, que, uma vez absorvidos pelas plantas, os metais pesados podem entrar na cadeia alimentar e causar sérios impactos na saúde do homem. Nas áreas que circundam as lagoas onde foram coletadas as amostras de solo e de água já se percebe a mudança na paisagem, em especial com o desaparecimento da vegetação natural.

A irrigação é uma prática necessária, que faz uso intensivo dos recursos naturais, em especial da água. Seu uso nas propriedades aumenta de forma significativa a produção de alimentos e a produtividade agrícola. No entanto, quando mal manejada e associada ao uso indiscriminado de fertilizantes e agrotóxicos e à ausência de drenagem em muitas áreas, conduzem à degradação das terras sob cultivo e evolui para se tornarem improdutivas, com tendência de abandono pelos produtores, explicam as pesquisadoras.

Dados estatísticos de 1999 apontam que metade da área irrigada em todo o mundo está seriamente afetada pela salinidade e encharcamento. Mais: 10 milhões de hectares irrigados são abandonados anualmente devido à degradação dos solos. No Brasil, cerca de 25% da área irrigada estão salinizadas ou em processo de salinização, sendo que, aproximadamente, 90% dessa área encontram-se em projetos como os de São Gonçalo e Curemas, no Estado da Paraíba.

Contatos:

Luiza Teixeira de Lima Brito – pesquisadora;

luizatlb@cpatsa.embrapa.br

Roseli Freire de Melo - pesquisadora;

Roseli.melo@cpatsa.embrapa.br

Marcelino Ribeiro – jornalista:

marcelrn@cpatsa.embrapa.br

Embrapa Semi-Árido – 87 3862b 1711

sac@cpatsa.embrapa.br

Data: 12-08-2009
Fonte: Embrapa
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias relacionadas
»Resistência na ferrugem da soja ganha força
»Resistência na ferrugem da soja ganha força
»Produtores do RS já colheram 8,5 milhões de toneladas de arroz
»SC quer erradicar cancro europeu dos pomares de maçã
»Curso Internacional de Sementes: Fisiologia e Qualidade

Notícias anteriores
27/Out-03/Nov  04-11/Nov  12-19/Nov  20-27/Nov    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2019 Agronline.com.br