Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Agricultura
Nova cultivar de pêssego da Embrapa amplia mercado produtor da fruta
A primeira cultivar de pessegueiro a receber certificado de proteção no Brasil chega ao mercado de frutas como um verdadeiro brinde - significado da palavra japonesa Kampai, com a qual foi batizada por pesquisadores da Embrapa. A nova cultivar apresenta baixa exigência de frio e foi testada em rede nacional de validação. O lançamento é dia 21 de agosto, durante o VI Simpósio de Fruticultura Temperada, a ser realizado em Paranapanema (SP). Na ocasião, os produtores poderão conhecer melhor a cultivar e obter informações sobre a reserva de mudas.

“Quem planta vai ter segurança da origem genética da planta e isso é muito importante”, anima-se o produtor Yasuo Kagi, ao opinar sobre o significado da certificação da nova cultivar. O viveirista destaca ainda o sabor doce com leve acidez da BRS Kampai. “Um grande pecado que se comete é termos pêssegos bonitos, mas sem sabor, o que não é o caso dessa nova cultivar”, opina Kagi - que há quase 50 anos cultiva a fruta na região de Atibaia, em São Paulo.

Diferencial – “O bom sabor das frutas mesmo com a precocidade de maturação (quando as condições climáticas não são favoráveis à obtenção de alto teor de açúcar) é um dos diferenciais da cultivar”, observa a pesquisadora da Embrapa Clima Temperado, Maria do Carmo Bassols Raseira, que trabalhou no melhoramento genético que resultou Kampai.

Para a coordenadora de mudas da Embrapa Transferência de Tecnologia Soraya Barrios, “o ciclo de maturação precoce apresentado pela Kampai a transforma em alternativa a outras cultivares disponíveis no mercado”, diz. Outro destaque da nova cultivar de pêssego - fruta de clima temperado – é a sua adaptabilidade a regiões subtropicais, desde a região Sudeste até o Rio Grande do Sul, devido à baixa exigência de frio.

A possibilidade de expandir o mercado produtor do pêssego no Brasil, devido às características agronômicas da cultivar, fez fortalecer a rede nacional de adaptação e validação para fruteiras existente na Embrapa.

Rede - A rede, gerenciada pelo Escritório de Negócios da Embrapa Transferência de Tecnologia em Campinas (SP), atua especialmente na fase de pós-melhoramento. Nesta etapa, as avaliações são realizadas em auxílio ao programa de melhoramento, mas distante da zona de ação do centro de pesquisa e em convergência com produtores, explica o pesquisador Ciro Scaranari, da equipe daquele Escritório, e gestor de fruticultura da Unidade.

Em 2008, estimulada pelo potencial da BRS Kampai, a rede, envolvendo mais de 20 novas seleções experimentais, se expandiu e agora tem integrantes da Chapada Diamantina (BA), região serrana do Espírito Santo, Zonas da Mata e Sul de Minas Gerais, regiões de Atibaia, de Paranapanema e Sul de São Paulo, além das regiões de Curitiba e do Norte do Paraná, bem como Canoinhas, em Santa Catarina.

A BRS Kampai é a primeira cultivar selecionada pela rede, que teve no produtor paulista Yasuo Kagi um dos entusiastas. “A iniciativa é muito válida. Acredito que em região serrana a cultivar pode se dar bem”, opina Kagi. Ele observa que, com a ampliação do mercado, será necessária maior atenção ao fornecimento de matrizes evitando falta do material junto aos produtores.

A aquisição de mudas da BRS Kampai deve ser feita junto aos viveiristas licenciados:

Irmãos Kaji (Atibabia/SP)

Contatos: 11 4418.4851

Clone Viveiros e Fruticultura (Araucária/PR)

Contatos: 41 3253.2940

Frutiplan Produção de Mudas (Pelotas/RS)

Contatos: 53 3277.7035 e-mail: frutiplan@frutiplan.com.br

Mais informações sobre a nova cultivar poderão ser obtidas junto à Embrapa Clima Temperado (www.cpact.embrapa.br ) e sobre a oferta de mudas no site do Escritório de Negócios de Campinas (www.campinas.snt.embrapa.br)

Embrapa Transferência de Tecnologia

Contato: 61 3448.4510

Data: 10-08-2009
Fonte: Embrapa
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias relacionadas
»Resistência na ferrugem da soja ganha força
»Resistência na ferrugem da soja ganha força
»Produtores do RS já colheram 8,5 milhões de toneladas de arroz
»SC quer erradicar cancro europeu dos pomares de maçã
»Curso Internacional de Sementes: Fisiologia e Qualidade

Notícias anteriores
06-13/Nov  14-21/Nov  22-29/Nov  30/Nov-07/Dez    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2019 Agronline.com.br