Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Agricultura
SP - Projeto da FEI que gera energia elétrica com roda d’água ganha prêmio
Levar energia elétrica para residências rurais de pequeno porte de forma sustentável foi um dos objetivos propostos para o desenvolvimento de um gerador para roda d’água, idealizado pelo Centro Universitário da FEI (Fundação Educacional Inaciana). O dispositivo foi premiado na categoria Incentivo à Pesquisa na Agrifam (Feira da Agricultura Familiar e do Trabalho Rural), realizada entre os dias 31 de julho e 2 de agosto, em Agudos, no interior de São Paulo. O projeto de iniciação científica recebeu placa e menção honrosa.

O equipamento foi resultado de um ano de trabalho de pesquisa do ex-aluno do curso de Engenharia Elétrica da FEI, Vinícius Rizzo, 23 anos, com o orientador e professor Mario Kawano. “Eu queria desenvolver algo na área de energia alternativa para dar oportunidade às pessoas que moram em pequenas residências rurais e que não têm acesso à energia elétrica”, explica o ex-aluno, que finalizou o projeto em 2006. O equipamento também pode gerar energia para carregar, por exemplo, bateria de caminhão.

Desenvolver um gerador e acopla-lo à roda d’água foi uma alternativa encontrada para conseguir energia elétrica de fontes renováveis em locais distantes dos centros urbanos e que não têm fornecimento de energia elétrica, pois a roda d’água, dispositivo muito comum em área rural, é utilizada, na maioria das vezes, para bombear água até a residência. O equipamento completo custa cerca de R$ 3,7 mil.

“Para obter a energia, o proprietário pode instalar o equipamento embaixo da barragem da lagoa. Essa água vai para a roda, que, ao girar, gera energia elétrica, acumulada em baterias. Para essa energia alimentar a casa, é necessário um no break”, destaca o professor do curso de Engenharia Elétrica da FEI, Mario Kawano.

Com o equipamento desenvolvido pela FEI, a energia acumulada em baterias pode ser usada para abastecer uma residência de pequeno porte durante a noite. A energia elétrica gerada é de aproximadamente 27 watts, capaz de alimentar lâmpadas, rádio e televisão. Parte do dia a roda pode fazer o bombeamento da água, que quando finalizado inicia o processo para armazenamento da energia. “O gerador tem acoplamento direto com a roda d’água. Foi desenvolvido para trabalhar em 70 rpm e é sintonizado, ou seja, só gera energia elétrica nessa rotação”, explica o professor Kawano.

A Agrifam foi realizada pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de São Paulo (Fetaesp) e contou com apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia e Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Mais informações à imprensa:

Maria do Socorro Diogo - msdiogo@companhiadeimprensa.com.br

Luciana Silva - luciana@companhiadeimprensa.com.br

Telefone (11) 4435-0000

Data: 10-08-2009
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias relacionadas
»Resistência na ferrugem da soja ganha força
»Resistência na ferrugem da soja ganha força
»Produtores do RS já colheram 8,5 milhões de toneladas de arroz
»SC quer erradicar cancro europeu dos pomares de maçã
»Curso Internacional de Sementes: Fisiologia e Qualidade

Notícias anteriores
04-11/Nov  12-19/Nov  20-27/Nov  28/Nov-05/Dez    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2019 Agronline.com.br