Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Agricultura
Produção de sementes e mudas de seringueira tem novos padrões
A produção de sementes e mudas de seringueira (Hevea spp) tem novas regras. As exigências para garantir a identidade e a qualidade dos produtos estão na Instrução Normativa nº 29, publicada no Diário Oficial da União dessa quinta-feira (6) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A medida revoga a Portaria nº 388, de 15 de dezembro de 1980.

As normas tratam da documentação necessária para a produção, proporções de mudas e de hastes e incluem regras para o controle de qualidade das sementes. O coordenador de Sementes e Mudas do Ministério da Agricultura, José Neumar Francelino, acredita que as normas para cultivo podem ampliar e aperfeiçoar o comércio de seringueiras no Brasil. “Agora existem parâmetros de garantia de produção e os usuários vão comprar produtos que seguem um padrão”, comentou o coordenador.

De acordo com Francelino, os estados que mais apostam no cultivo de seringueiras são Bahia, Mato Grosso, São Paulo, Goiás e Minas Gerais. A maioria dos seringais do Amazonas, Rondônia e Pará é nativa. Os produtores que atuam na comercialização de materiais de propagação de seringueira têm um ano, a partir da data de publicação da Instrução Normativa, para se adequarem. (Leilane Alves)

Data: 10-08-2009
Fonte: Lítera Assessoria de Comunicação
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias relacionadas
»Resistência na ferrugem da soja ganha força
»Resistência na ferrugem da soja ganha força
»Produtores do RS já colheram 8,5 milhões de toneladas de arroz
»SC quer erradicar cancro europeu dos pomares de maçã
»Curso Internacional de Sementes: Fisiologia e Qualidade

Notícias anteriores
27/Out-03/Nov  04-11/Nov  12-19/Nov  20-27/Nov    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2019 Agronline.com.br