Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Tecnologia
Técnicos mineiros repassam tecnologia de cultivo do abacaxi
Minas Gerais está servindo de referência nacional para a cultura do abacaxi. Técnicos e produtores do Amazonas estão se beneficiando de um intercâmbio firmado com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-MG) para repassar a tecnologia utilizada pelos mineiros para a produção da fruta.

No próximo dia 27 de outubro, o coordenador técnico da Emater-MG em Uberlândia, engenheiro agrônomo José Roberto Silva, visita lavouras de abacaxi no município de Itaracoatiara. Dia 28, em Manaus, ele ministra curso sobre a produção de abacaxi para um grupo estimado de cerca de 100 pessoas, entre técnicos e produtores, durante a 33ª Exposição Agropecuária.

Esta é a segunda etapa do intercâmbio iniciado dias 29 e 30 de setembro, quando um grupo de técnicos e produtores de Manaus esteve em Monte Alegre de Minas. Eles foram atraídos pelos bons resultados da produção e comercialização do abacaxi naquela região. O objetivo foi a troca de experiência, conhecer o trabalho com a cultura desenvolvido no município e também visitar uma agroindústria de processamento.

O grupo, composto por oito pessoas entre agricultores e técnicos, principalmente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Idam), órgão de extensão do Amazonas, foi recebido pelos técnicos Pedro Paulo Bonacci e José Roberto da Silva, dos escritórios da Emater-MG em Monte Alegre de Minas e Uberlândia, respectivamente.

Para a gerente regional da Emater-MG em Uberlândia, Patrícia Beatriz Modesto Freitas, “servir como referência para um grupo seleto de agricultores e técnicos de outro estado foi um privilégio. Um intercâmbio sempre traz resultados positivos. Ficamos satisfeitos e orgulhosos com a visita”.

De acordo com os componentes do grupo, o encontro e a troca de informações serão de grande proveito para a aplicação em trabalhos que estão sendo desenvolvidos com a cultura e, certamente, trarão benefícios aos produtores dos estados envolvidos.

DESTAQUE NO TRIÂNGULO

Os maiores produtores de abacaxi do Estado estão no Triângulo Mineiro. Do total de 7.203 hectares plantados em Minas Gerais, 6.492 hectares estão naquela região. A produção este ano somou 206,2 milhões de frutos, contra os 222,28 milhões dos demais estados, segundo dados do IBGE, de setembro.

Canápolis, Monte Alegre de Minas e Frutal lideram o ranking no Estado, com 62,7 milhões de frutos colhidos, 59,5 milhões, e 48 milhões, respectivamente. Bem depois, em quarto lugar, aparece Centralina, com 10,3 milhões de frutos.

Nesses municípios estão concentrados cerca de 1 mil produtores de abacaxi, sendo que 30% deles ainda estão envolvidos com outras culturas. São 5,5 mil hectares de área plantada, produzindo duas variedades: Pérola e Smooth Cayenne (havaiano).

A comercialização, segundo o coordenador técnico da Emater-MG em Uberlândia, José Roberto da Silva, é feita de acordo com a variedade. “O pérola é vendido in natura, para atacadistas da Ceasa em Belo Horizonte e Uberlândia. Já o havaiano, além de ser exportado para países do Mercosul, é comercializado nas Ceasas e agroindústrias de São Paulo e Sul do País e para as cinco indústrias existentes em Canápolis e Monte Alegre”.

Data: 22-10-2005
Fonte: Ascom/Emater-MG
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias relacionadas
»Embalagens de plástico verde reduzem desperdício e dão mais segurança
»Tecnologia invade os campos agrícolas
»Banana transgênica pode ajudar no combate à desnutrição
»Pesquisa contribui para o controle da contaminação do solo
»Plano Nacional da Presidência da República regulamentará acesso de agricultores a recursos genéticos conservados pela Embrapa

Notícias anteriores
25/Jul-01/Ago  02-09/Ago  10-17/Ago  18-25/Ago    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2014 Agronline.com.br