Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Geral
Produtores comemoram o Dia Nacional do Café
Brasília – 24 de maio é o Dia Nacional do Café. Apesar do endividamento que ainda existe entre os produtores, resultado de uma crise de preços e renda acumulada durante os últimos anos, há motivos para comemorar. “Os preços estão em recuperação, permitindo ao cafeicultor voltar a se capitalizar”, diz o presidente da Comissão Nacional do Café da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Roberto Puliti. Ele explica que os preços estão se recuperando devido à queda da oferta mundial, especialmente devido à retração da produção brasileira, atingindo equilíbrio entre oferta e demanda, e assim permitindo recuperação de preços. Para Puliti, os desafios do setor, a partir de agora, são aproveitar o quadro de melhores preços para buscar a recapitalização setorial e conseqüente pagamento das dívidas passadas; assim como estimular o consumo do café, principalmente entre o segmento jovem da população, e para isso o setor vai trabalhar para mostrar que o produto faz bem à saúde.

Os preços do café, em 2004, apresentaram média de R$ 225,10 pela saca de 60 quilos. Em 2005, o preço pago ao produtor pela saca atinge, atualmente, R$ 311,17, o que representa um aumento de 38%. A partir destes dados, é possível calcular que o faturamento do setor cafeeiro nacional, medido pelo conceito do Valor Bruto da Produção (VBP) será de R$ 10,09 bilhões em 2005; 16% a mais que os R$ 8,7 bilhões de 2004. “Apesar dessa recuperação de renda, o setor cafeeiro ainda não superou os problemas acumulados ao longo dos últimos quatro anos, quando os preços estiveram extremamente baixos”, alerta o presidente da Comissão Nacional do Café da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Roberto Puliti. “Além disso, em 2004 a comercialização de parcela significativa do café pelos produtores rurais ocorreu anteriormente ao início da recuperação de preços.”

Para o ano de 2005, há expectativa de um déficit na oferta mundial de café em sete milhões de sacas, resultado de uma produção mundial de 107 milhões de sacas, com consumo mundial de 114 milhões de sacas. O Brasil produzirá 32,4 milhões de safras, segundo estimativa de safra da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o que representa queda de 16,01% na comparação com o ano passado, quando a produção nacional foi de 38,8 milhões de sacas. “A redução da oferta, aliada ao aumento do consumo, ajuda na recuperação de preços”, diz Puliti.

Há bons resultados também no cenário interno, principalmente devido ao aumento do consumo nacional. No ano passado, o consumo brasileiro aumentou 8,97%, seis vezes mais que a média mundial, que tem aumentando ao ritmo de 1,5% ao ano. Dessa forma, o Brasil consumiu 14,9 milhões de sacas de café, ou seja, 13% de todo o consumo mundial do grão ou, ainda, 38,5% da produção nacional. Para 2005, há estimativa de que o consumo interno será de 15,8 milhões de sacas, 50% da produção nacional.

Para ampliar ainda mais o consumo interno, a CNA, como integrante do Grupo de Promoção e Marketing do Café Brasileiro (integrado também pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e representantes dos demais segmentos privados da cadeia cafeeira, como indústria e comercialização) vai divulgar, principalmente entre os profissionais de saúde, a importância do consumo do grão. “Café não é só cafeína, não causa dependência e não faz mal para crianças e adolescentes. Pelo contrário, seu consumo estimula o sistema de vigília e concentração, ajudando na aprendizagem escolar”, diz Puliti.

Data: 24-05-2005
Fonte: Agência CNA
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias relacionadas
»Brandt investe no potencial de crescimento da agricultura brasileira e dobra de tamanho em dois anos
»Mais de duas mil pessoas prestigiam Ação Cooperada em Erechim
»Pesquisa desenvolve biscoito de cereais integrais com recheio de polpa de frutas brasileiras
»AgroBrasília 2017: Sucessão Familiar é tema da Feira
»Nutron auxilia produtores de suínos a diminuir o impacto das micotoxinas

Notícias anteriores
14-21/Set  22-29/Set  30/Set-07/Out  08-15/Out    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2019 Agronline.com.br