Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Geral
Pesquisador reproduz com sucesso camarão pitu em cativeiro
O pitu, camarão nativo brasileiro listado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) na categoria de espécies ameaçadas, pode estar mais próximo de voltar a aparecer com abundância nos rios, seu habitat natural. Um estudo desenvolvido em Pernambuco pode ajudar o repovoamento de áreas onde esse crustáceo não é mais achado com freqüência.

Coordenado pelo pesquisador Petrônio Coelho, do Departamento de Oceanografia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), um estudo realizado em cativeiro conseguiu obter 90% de pós-larvas de camarão pitu. Até hoje pesquisas desse gênero tinham obtido no máximo 10%.

O índice atingido no estudo realizado no Nordeste é superior inclusive ao encontrado na natureza. Segundo disse o cientista ao Jornal do Commercio, do Recife, "no meio natural, de cada 100 mil ovos, apenas dois ou três chegam à fase de pós-larva".

No cativeiro os pesquisadores também conseguiram uma velocidade de crescimento maior. Nos rios o pitu demora aproximadamente dois anos e meio para chegar a 90 gramas. Nos tanques, ao serem alimentados com ração para camarão, os crustáceos chegaram ao mesmo peso em 225 dias.

O pesquisador da UFPE, no final do estudo, fez um repovoamento simbólico dos rios Una, ao sul do Estado de Pernambuco, e do São Francisco, que corta cinco Estados da região Nordeste, além de um pedaço de Minas Gerais. O trabalho efetivo de repovoamento ainda está em estudo.

As informações são da agência Fapesp.

Data: 28-02-2005
Fonte: Clic RBS
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias relacionadas
»Embrapa lança programa de biofortificação no estado de Mato Grosso
»Projeto de exportação Brazilian Cattle segue para EUA e registra crescimento de 70% nos últimos três anos
»Palestras e plantões marcam participação da Embrapa na Expogrande que vai até o dia 17 de abril
»Mato Grosso do Sul sedia simpósio internacional sobre gases de efeito estufa em junho
»Sugestão de pauta: Fitossanidade é foco do Circuito Tecnológico Etapa Milho

Notícias anteriores
22-29/Jul  30/Jul-06/Ago  07-14/Ago  15-22/Ago    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2016 Agronline.com.br