Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Geral
CE - Estudo com métodos de hidratação em couve é apresentado em congresso
O fisiologista vegetal Adonai Gimenes Calbo apresenta durante o XII Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal, em Fortaleza/CE, de 7 a 12 de setembro, estudo realizado com três métodos comparativos para medir o índice de hidratação em folhas de couve.

As primeiras avaliações do pesquisador da Embrapa Instrumentação Agropecuária, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, apontaram como melhor método o índice para medir a pressão de turgescência pelo Wiltmeter, equipamento desenvolvido por ele e já em face de transferência para empresas interessadas em fabricar e comercializar a tecnologia. De acordo com o pesquisador, os outros métodos avaliados, o teor relativo de água e o volume hidratado relativo são mais demorados e ainda há a necessidade de tratamento prévio da folha. Pelo método tradicional, teor relativo de água, a avaliação pode levar até 48 horas. “Com o Wiltmeter, a avaliação pode ser realizada em dois ou três minutos”, explica.

Índices de hidratação são variáveis de natureza prática que podem auxiliar na quantificação de estresses hídricos sofridos pelas plantas. Apesar de simples, conceitualmente, o pesquisador explica que o estabelecimento e a medição destes índices têm sido tarefas, frequentemente, limitante em aplicações agronômicas.

A Embrapa Instrumentação Agropecuária vem trabalhando na melhoria do processo de pós-colheita e tem desenvolvido pesquisas na mensuração de danos físicos e qualidade na cadeia produtiva. Para isso, desenvolveu o Wiltmeter^ para medição da turgescência de folhosas, ou seja, para medir a firmeza, a murcha das folhas. A turgescência das folhas é fator primordial de qualidade relacionado ao conteúdo de água e prejudicado pela perda dela.

O Wiltmeter é um instrumento para fazer medidas objetivas após a colheita no campo e durante o armazenamento, é simples, portátil e de fácil uso. Estudos indicaram que o instrumento é adequado para avaliação objetiva e rápida da qualidade de folhosas, o que é um progresso em relação aos métodos táteis subjetivos atualmente utilizados em todo o mundo. De acordo com Calbo, o equipamento gera resultados tão próximos aos obtidos com a sonda de pressão que o qualifica como um instrumento sucedâneo e mais prático que pode ser utilizado em estudos de pós-colheita e de ecofisiologia vegetal nos quais a aplicação direta da sonda de pressão seria impossível ou ao menos demasiadamente trabalhosa.

Joana Silva

Embrapa Instrumentação Agropecuária

(16) 21072901 - www.cnpdia.embrapa.br

As primeiras avaliações do pesquisador da Embrapa Instrumentação Agropecuária, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, apontaram como melhor método o índice para medir a pressão de turgescência pelo Wiltmeter, equipamento desenvolvido por ele e já em face de transferência para empresas interessadas em fabricar e comercializar a tecnologia. De acordo com o pesquisador, os outros métodos avaliados, o teor relativo de água e o volume hidratado relativo são mais demorados e ainda há a necessidade de tratamento prévio da folha. Pelo método tradicional, teor relativo de água, a avaliação pode levar até 48 horas. “Com o Wiltmeter, a avaliação pode ser realizada em dois ou três minutos”, explica.

Índices de hidratação são variáveis de natureza prática que podem auxiliar na quantificação de estresses hídricos sofridos pelas plantas. Apesar de simples, conceitualmente, o pesquisador explica que o estabelecimento e a medição destes índices têm sido tarefas, frequentemente, limitante em aplicações agronômicas.

A Embrapa Instrumentação Agropecuária vem trabalhando na melhoria do processo de pós-colheita e tem desenvolvido pesquisas na mensuração de danos físicos e qualidade na cadeia produtiva. Para isso, desenvolveu o Wiltmeter^ para medição da turgescência de folhosas, ou seja, para medir a firmeza, a murcha das folhas. A turgescência das folhas é fator primordial de qualidade relacionado ao conteúdo de água e prejudicado pela perda dela.

O Wiltmeter é um instrumento para fazer medidas objetivas após a colheita no campo e durante o armazenamento, é simples, portátil e de fácil uso. Estudos indicaram que o instrumento é adequado para avaliação objetiva e rápida da qualidade de folhosas, o que é um progresso em relação aos métodos táteis subjetivos atualmente utilizados em todo o mundo. De acordo com Calbo, o equipamento gera resultados tão próximos aos obtidos com a sonda de pressão que o qualifica como um instrumento sucedâneo e mais prático que pode ser utilizado em estudos de pós-colheita e de ecofisiologia vegetal nos quais a aplicação direta da sonda de pressão seria impossível ou ao menos demasiadamente trabalhosa.

Joana Silva

Embrapa Instrumentação Agropecuária

(16) 21072901 - www.cnpdia.embrapa.br

Data: 04-09-2009
Fonte: Embrapa
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias relacionadas
»Brandt investe no potencial de crescimento da agricultura brasileira e dobra de tamanho em dois anos
»Mais de duas mil pessoas prestigiam Ação Cooperada em Erechim
»Pesquisa desenvolve biscoito de cereais integrais com recheio de polpa de frutas brasileiras
»AgroBrasília 2017: Sucessão Familiar é tema da Feira
»Nutron auxilia produtores de suínos a diminuir o impacto das micotoxinas

Notícias anteriores
02-09/Jul  10-17/Jul  18-25/Jul  26/Jul-02/Ago    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2020 Agronline.com.br