Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Agricultura
Uma nova categoria de colhedoras de cana de açúcar
Case IH lança a colhedora de cana A4000, desenvolvida para colher uma linha por vez em áreas plantadas com espaçamentos reduzidos e prover o acesso à mecanização da colheita de cana-de-açúcar

A grande novidade da Case IH para a Fenasucro&Agrocana 2009 é o lançamento da colhedora de cana A4000, a primeira máquina desenvolvida especialmente para o trabalho em áreas plantadas com espaçamento reduzido a partir de 1,0m.

O lançamento promete revolucionar a realidade do setor canavieiro no país, dando acesso à mecanização da colheita para produtores que, por diversos motivos, hoje não estão trabalhando com a colheita mecanizada. “A nova A4000 representa uma nova categoria de colhedoras e será a porta de acesso à mecanização de pequenos e médios fornecedores de cana. A máquina tem como nicho principal o mercado do Nordeste e áreas com solo de baixa fertilidade cuja viabilidade econômica se dá com o plantio com espaçamento a partir de 1,0m. Além disso há a necessidade de uma resposta efetiva à legislação ambiental e ao fim das queimadas” diz Roberto Biasotto, especialista de produto da Case IH

Criada para atender o mercado de cana-de-açúcar plantada com espaçamento entre linhas reduzido (a partir de 1,0m), a A4000 foi projetada para que, mesmo com este sistema reduzido - muito comum na região nordeste do Brasil - o operador consiga colher uma linha por vez sem pisotear as soqueiras, aumentando a qualidade do corte, reduzindo os índices de perda e gerando maior longevidade para o canavial.

A colhedora A4000 também pode ser utilizada em espaçamentos de plantio convencionais, o que lhe confere grande versatilidade. Transitando com desenvoltura em áreas pequenas e com até 7,5% de declividade, além de ser a mais compacta e leve, a A4000 possui facilidade de manobra e uma excelente relação custo-benefício.

Seguindo os mesmos conceitos básicos de projeto e funcionamento das colhedoras Case IH série A7000, recordistas de vendas no país, o lançamento possui diversas peças intercambiáveis com as máquinas da série anterior, o que representa uma grande economia em manutenção.

Além do preço competitivo e oportunidade de mecanização para produtores menores, a colhedora A4000 poderá possibilitar o aumento na produtividade de colhedoras convencionais uma vez que em linhas curtas e bicos, o rendimento das máquinas convecionais ficam prejudicados. O modelo pode trabalhar em conjunto com colhedoras convencionais no complemento operacional, servindo também como “back-up” de frota. “Sinônimo de versatilidade, a A4000 pode trabalhar tanto em propriedades com áreas plantadas com espaçamento reduzido, quanto naquelas que plantam com espaçamento convencional, mas que precisam colher em talhões menores ou bicos” diz Biasotto.

Diferenciais

Com motor Cummins de 174 hp de potência, a A4000 possui transmissão hidrostática e alcança uma velocidade de transporte de 16 km/h, o que junto com sua forma compacta, possibilita maior agilidade de transporte. A máquina tem tanque de combustível de 210 litros, o que diminui as paradas necessárias para abastecimento.

A cabine da colhedora possui como itens de série ar-condicionado, limpador de parabrisa, retrovisores, giroflex e iluminação do painel de instrumentos. Além das indicações sobre o funcionamento do motor, o operador pode verificar os indicadores de pressão hidráulica do corte de base e picador entre outros.

Fonte: Truman Broker

Data: 03-09-2009
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias relacionadas
»Resistência na ferrugem da soja ganha força
»Resistência na ferrugem da soja ganha força
»Produtores do RS já colheram 8,5 milhões de toneladas de arroz
»SC quer erradicar cancro europeu dos pomares de maçã
»Curso Internacional de Sementes: Fisiologia e Qualidade

Notícias anteriores
02-09/Jul  10-17/Jul  18-25/Jul  26/Jul-02/Ago    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2020 Agronline.com.br