Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Agricultura
MS - Custeio da safra aumentou em 125% até agosto
Até agosto o volume de recursos liberados pelo Banco do Brasil para custeio da safra 2009/10 em Mato Grosso do Sul já superou em 125% o montante financiado durante o mesmo período de 2008. Segundo o gerente de Agronegócios da superintendência estadual do Banco, Loureno Budke, são R$ 300 milhões já liberados, contra R$ 133 milhões de janeiro a agosto de 2008.

O plantio da soja responde por 80% do valor financiado. Neste ano os recursos para custeio estão 30% maiores, com disponibilidade de liberar R$ 1,3 bilhão até junho de 2010. Porém, explica Loureno, como o custo de produção caiu cerca de 20%, por conta da acomodação de preços de insumos, a tendência é que não seja contratado todo este volume.

Loureno observa que este ano a liberação de recursos ocorreu bem mais cedo que nos anos anteriores. “No dia 2 de julho já estávamos contratando quando em anos anteriores só tínhamos autorização no final de julho”, compara. A conseqüência é que a contratação mais que dobrou nos primeiros meses.

Ele lembra que ainda faltam 50 dias para o início do plantio e por isso a instituição está empenhada em conquistar novos clientes e atualizar cadastro dos que já tem e ainda não buscaram os recursos.

Dos R$ 1,3 bilhão disponibilizados pelo Banco do Brasil para custeio, R$ 620 milhões são para o plantio da soja, R$ 360 milhões para a pecuária e R$ 200 milhões para o milho safrinha.

FCO – Ontem representantes do governo, do Banco do Brasil e do Ministério da Integração estiveram reunidos na superintendência da instituição para discutir o planejamento para aplicação dos recursos do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) em 2010.

O fundo tem as taxas de juros mais competitivas do mercado. Neste ano, até agosto, foram liberados R$ 542 milhões em Mato Grosso do Sul, volume 50% maior que nos oito primeiros meses de 2008.

O fundo financia empreendimentos rurais e empresariais e tem como princípio apoiar iniciativas com agregação de receita, geração de emprego e renda. O fundamental, porém, é que os empreendimentos reúnam vantagens competitivas assegurando o retorno dos recursos.

Data: 03-09-2009
Fonte: Campo Grande News
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias anteriores
12-19/Ago  20-27/Ago  28/Ago-04/Set  05-12/Set    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2021 Agronline.com.br