Agronline
Página inicial dos artigos
Notícia
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 
Inicio > Agricultura
MS - Prazo para cadastrar plantio de soja é 10 de dezembro
Produtores rurais de Mato Grosso do Sul têm até 10 de dezembro para cadastrar a área prevista de plantio de soja. O cadastramento deve ser feito pelo site do Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) e tem como objetivo monitorar a incidência da ferrugem asiática da soja nas lavouras do Estado. O prazo para cadastramento começou ontem e inclui informações como área da propriedade, cultivares de soja utilizadas na lavoura e prazo previsto para plantio e colheita da safra 2009/2010.

De acordo com o Iagro, o cadastramento é importante para monitorar as lavouras de soja do Estado e controlar a incidência da ferrugem da soja, principal ameaça à produção em todo o país. Marise Garcia César, fiscal estadual agropecuária, explica que os dados utilizados no cadastramento são utilizados para pesquisa já que, no decorrer da safra, o produtor deve também informar a incidência de focos da doença na lavoura. “Com isto, é possível fazer um monitoramento de onde houve focos e elaborar um histórico da doença no Estado”, esclarece.

Além disso, segundo a fiscal, ao surgimento de cada foco o Iagro informa também os produtores da região, como forma de impedir a disseminação da doença para outras lavouras. “São dados importantes para pesquisa e auxilia muito no controle da doença”, garante.

O cadastramento do plantio de soja foi instituído em 2006, através da lei estadual 3.333, que visa a prevenção, controle e erradicação da ferrugem da soja no Estado. Obrigatório, o cadastramento deve ser feito 30 dias antes da semeadura e inclui dados como inscrição estadual e CPF do produtor, dados da área a ser cultivada, nome e inscrição no Crea (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) do responsável técnico, endereço na zona urbana para correspondência, cultivares de soja a serem utilizadas na lavoura e data para previsão de plantio e colheita.

Após o cadastramento, o produtor deverá imprimir um recibo que será utilizado durante visita dos fiscais à propriedade. O Iagro reforça que o produtor que não fizer o cadastramento será multado em 100 Uferms, o que hoje corresponde a R$ 1.383. “Com o cadastro, teremos um número real da área de plantio de soja no Estado”, afirma Marise Garcia.

Fonte: Fatimanews

Data: 02-09-2009
  Enviar está notícia por e-mail  Imprimir esta notícia 

Notícias relacionadas
»Resistência na ferrugem da soja ganha força
»Resistência na ferrugem da soja ganha força
»Produtores do RS já colheram 8,5 milhões de toneladas de arroz
»SC quer erradicar cancro europeu dos pomares de maçã
»Curso Internacional de Sementes: Fisiologia e Qualidade

Notícias anteriores
02-09/Jul  10-17/Jul  18-25/Jul  26/Jul-02/Ago    

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2020 Agronline.com.br