Agronline
Página inicial dos artigos
Início
 
Agricultura
 
Agronegócios
 
Geral
Pecuária
 
Política
 
Tecnologia
 

Agricultura
Na hora de definir o plantio, os agricultores têm uma difícil missão: escolher a semente mais adequada para cada região. Com o avanço das pesquisas, é grande a quantidade de cultivares disponíveis no mercado, o que tornou a decisão mais complicada. Nessa tarefa, os produtores ainda têm que optar entre os grãos convencionais e os geneticamente modificados.
Com o tempo firme, após um longo período chuvoso que protelou os trabalhos, os produtores estão acelerando a colheita de milho de inverno na região da Cocamar, onde há cerca de 160 mil hectares cultivados.
A intervenção do governador André Puccinelli ajudou sojicultores da Grande Dourados a conseguir reverter a nova proposta de zoneamento para o plantio que havia sido definido pelo Ministério da Agricultura e do Abastecimento. A constatação é do secretário de Agricultura, Indústria e Comércio de Dourados, Maurício Rodrigues Peralta (foto), que destacou o benefício durante reunião nesta quarta-feira (12) com o governador.
A análise de amostras de solo e de água, em diferentes pontos de armazenamento de água de drenagem do Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho, em Petrolina (PE), constatou a presença de elevadas quantidades de sais e baixos valores de pH. Os resultados dessa análise constam de trabalhos apresentados por pesquisadores da Embrapa Semi-Árido no 380 Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola, realizado em Juazeiro-BA e Petrolina-PE.
A renda dos produtores que aderiram ao programa Minas Leite, criado pela Secretaria da Agricultura, aumentou cerca de 40% em dois anos, com um acréscimo médio superior a R$ 11,4 mil em consequência da venda do produto e comercialização de bezerros. De acordo com o coordenador do programa pela secretaria, Rodrigo Puccini Venturin, “a melhoria da gestão das atividades e principalmente a redução de gastos com a alimentação das vacas foram de fundamental importância para a obtenção desses resultados”.
O "inimigo número um" dos agricultores acaba de ser identificado pela Organização das Nações Unidas (ONU) : são as ervas daninhas. O prejuízo que elas causam às lavouras no mundo chegaria a US$ 95 bilhões por ano, com quebra da produção.
As primeiras lavouras de soja do Brasil foram plantadas na Bahia, em 1882. Mas o grão foi adotado em escala comercial no sul do Brasil, nos anos 1900. As primeiras variedades eram americanas. A primeira cultivar desenvolvida no país foi a doko, oferecida ao produtor em 1980. De lá para cá, foram desenvolvidas variedades de soja com características adaptadas a cada tipo de solo e clima, de praticamente todas as regiões brasileiras.
Há várias safras, a crescente expansão da buva, espécie de planta daninha que interfere na produção soja, preocupa pesquisadores, técnicos e produtores, principalmente porque seu controle passou a ser muito difícil principalmente nos estados do Paraná e do Rio Grande do Sul.
A Comissão de Ciência e Tecnologia do 26º Encontro de Hortigranjeiros, a Emater/RS-Ascar, Prefeitura e a Associação dos Produtores de Hortigranjeiros de Santa Rosa (Aprhorosa) promovem o seminário Tecnologia em Hortigranjeiros: um visão a partir da cadeia do agronegócio de alimentos. O evento será realizado no Parque de Exposições de Santa Rosa, no dia 20 de agosto, a partir das 13h30min.
Brasília - A necessidade de proteger a notoriedade dos frutos produzidos no Vale do São Francisco marcou a batalha dos produtores da região pela conquista da indicação geográfica (IG). Eles iniciaram o processo em 2006 e neste mês de agosto o registro foi concedido. Essa conquista beneficia ao todo 342 produtores de manga e de uva de mesa de Petrolina (PE) e de Juazeiro (BA). Eles estão reunidos em 12 associações e cooperativas, integrantes da Univale, entidade detentora do registro. Trata-se da primeira IG do País de frutas in natura e a primeira que reúne produtores de dois estados.
A AgraFNP acaba de concluir mais um relatório de projeção de safra. Confira abaixo as análises de cada cultura:
O Paraná e o Brasil terão a primeira safra de milho Bt de fato. No último ciclo de verão, a variedade que combate a lagarta apareceu como uma opção, mas de forma muito tímida no campo, até porque a disponibilidade de sementes era muito limitada. Segundo levantamento da Expedição Safra RPC, apenas 4% da área destinada ao cereal no estado foi coberta com milho transgênico. Na safrinha, ainda em fase de colheita, essa participação teria saltado para 31%. Para a temporada 2009/10, a quantidade de sementes certificadas colocadas no mercado, conforme os multiplicadores, seria suficiente para cobrir com Bt pouco mais de 25% da área no país ou mais da metade no Paraná, o maior produtor nacional.
O secretário da Agricultura e do Abastecimento, Valter Bianchini, autorizou nesta segunda-feira (10) a publicação do edital de credenciamento para as sociedades seguradoras que trabalham com seguro rural. Esse ato consolida a intenção do Governo do Paraná de subvencionar, a partir da safra 2009, o seguro rural para o trigo.
O 9º Encontro de Plantio Direto está sendo realizado em Rio Verde. O objetivo é discutir o desenvolvimento da agricultura em harmonia com o meio ambiente, por meio de palestras e minicursos. Haverá também a exposição de máquinas e uma feira agrícola. O evento é uma promoção do Clube Amigos da Terra, prefeitura de Rio Verde e Sindicato Rural com o apoio da Secretaria da Agricultura. O Encontro termina amanhã.
Acontece, no próximo dia 12 de agosto, em Mogi das Cruzes, uma palestra sobre o produto SmartFresh Quality System. O objetivo é esclarecer dúvidas sobre o uso desse produto para aumentar a vida pós-colheita de caquis. O evento é destinado aos produtores rurais do município e são esperadas cerca de 80 pessoas.
Portarias com o zoneamento agrícola de risco climático das culturas de arroz de sequeiro, mamona e café foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU), desta terça-feira (11). Os estados de São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Tocantins e o Distrito Federal podem cultivar mamona e a Bahia, arroz de sequeiro, safra 2009/2010, e o Paraná, o café da safra 2009.
Campo Mourão - A facilidade no manejo e a economia de 15% no custo de produção da lavoura verificadas no ciclo anterior foram decisivas para o agricultor João Mignoso optar pela semente do milho transgênico em vez da convencional. “Paguei a mais na semente do milho Bt, mas vou economizar ao deixar de fazer várias aplicações de inseticidas. Enquanto o mercado estiver pagando pela saca de milho Bt o mesmo valor do convencional, vou continuar com o transgênico”, afirma Mignoso. “Só por isso já compensa investir no Bt”, diz ele, que já garantiu as sementes para plantar na próxima safra uma área de 133,1 hectares da propriedade em Campo Mourão, Região Centro-Oeste do estado. “Aproveitei uma campanha da cooperativa e investi em 200 sacas de semente”, conta o agricultor.
Desde o início do período de vazio sanitário para a soja, em 15 de junho, o Departamento de Fiscalização e Defesa Agropecuária (Defis) da Secretaria Estadual da Agricultura (Seab) já autuou 43 propriedades rurais, que contabilizaram 1.110 hectares em situação irregular. As regiões com maior número de autuações são as de Campo Mourão (Centro-Oeste), Cornélio Procópio (Norte Pioneiro) e Francisco Beltrão (Sudoeste). Novos números sobre a ação do Defis devem ser liberados a partir do dia 15.
A colheita do milho segunda safra avança pelos municípios de Mato Grosso. Sustentada pelo clima, a produtividade vem superando expectativas no campo e favorecendo o agricultor. No entanto, ao mesmo tempo em que o desempenho das lavouras é comemorado, outro aspecto preocupa o produtor: a falta de espaço para armazenamento do produto.
A nomeação de mais 176 agentes de Inspeção Sanitária e Industrial de Produtos de Origem Animal foi publicada, nessa segunda-feira (10), no Diário Oficial da União (DOU). O resultado refere-se à metade das 354 vagas oferecidas pelo no Mapa no concurso realizado em dezembro de 2007. Os estados contemplados foram São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Goiás, Rio Grande do Sul e o Distrito Federal.
Florianópolis - Uma pesquisa iniciada em 2005 para viabilizar a produção de azeitonas em terras catarinenses está dando os primeiros frutos. “Apenas dois anos e quatro meses após o plantio, unidades de São Lourenço do Oeste, Campo Erê e Campos Novos e as unidades demonstrativas de Caçador e Catanduvas fizeram a primeira colheita no início do ano”, comemora o coordenador do projeto de oliveiras da Epagri, engenheiro florestal Dorli Mário da Croce.
A primeira cultivar de pessegueiro a receber certificado de proteção no Brasil chega ao mercado de frutas como um verdadeiro brinde - significado da palavra japonesa Kampai, com a qual foi batizada por pesquisadores da Embrapa. A nova cultivar apresenta baixa exigência de frio e foi testada em rede nacional de validação. O lançamento é dia 21 de agosto, durante o VI Simpósio de Fruticultura Temperada, a ser realizado em Paranapanema (SP). Na ocasião, os produtores poderão conhecer melhor a cultivar e obter informações sobre a reserva de mudas.
Mesmo ocupando uma posição de destaque no cenário nacional, o setor cafeeiro do Paraná, especialmente nas regiões do norte pioneiro e do norte central, está receoso este ano. O Estado é o 4.º maior produtor do País - atrás apenas de Minas Gerais, Espírito Santo e São Paulo -, mas nem assim as estimativas para 2009 são otimistas. Fora o fator da sazonalidade, outros problemas têm preocupado o setor. De acordo com o técnico do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná (Seab) Paulo Franzini, a produção estimada para este ano deverá ser bem menor que a de 2008. "No ano passado, o Paraná colheu 2,64 milhões de sacas. Para 2009, acreditamos que este número não será superior a 1,6 milhão, o que representa uma queda de 41%", informa. Além disso, Franzini conta que houve uma perda na área plantada, o que contribuiu para a redução da produção. "Em 2008, tínhamos 105 mil hectares, dos quais 96,8 mil eram o espaço de produção. Hoje, a área total caiu para 98 mil e a parte produtiva ficou em 85 mil hectares. Isso corresponde a 12% a menos de área plantada", comenta. Outros fatores que têm prejudicado seriamente a cafeicultura são o clima e o preço. O técnico do Deral afirma que as chuvas estão dificultando a colheita e reduzindo a qualidade do produto. "Com isso, o café fica muito tempo na planta ou simplesmente cai. Com o atraso, ele vai passando do ponto e amargando. No caso do fruto que cai, a situação é ainda pior, pois fica sujeito a fungos", explica. Em relação aos preços, Franzini afirma que a situação está próxima de o produtor ter que pagar para trabalhar. "Nos últimos cinco anos, o café vem subindo muito pouco, ao passo que a mão de obra e o fertilizante estão ficando cada vez mais caros, subindo, respectivamente, 40% e 17%. Hoje, uma saca de café tipo seis, bebida dura, pode custar R$ 230, o que acredito ser muito baixo. O ideal seria que a saca custasse, pelo menos, R$ 300", avalia. Mesmo os produtores que adquiriram os contratos de opção podem ter problemas na hora de entregar o produto, acredita Franzini. "Por conta de tudo isso, pode ser que eles não consigam entregar o produto especificado na hora da compra do contrato", lamenta. O Estado é o 4.º maior produtor do País - atrás apenas de Minas Gerais, Espírito Santo e São Paulo -, mas nem assim as estimativas para 2009 são otimistas. Fora o fator da sazonalidade, outros problemas têm preocupado o setor.
Levar energia elétrica para residências rurais de pequeno porte de forma sustentável foi um dos objetivos propostos para o desenvolvimento de um gerador para roda d’água, idealizado pelo Centro Universitário da FEI (Fundação Educacional Inaciana). O dispositivo foi premiado na categoria Incentivo à Pesquisa na Agrifam (Feira da Agricultura Familiar e do Trabalho Rural), realizada entre os dias 31 de julho e 2 de agosto, em Agudos, no interior de São Paulo. O projeto de iniciação científica recebeu placa e menção honrosa.
A produção de sementes e mudas de seringueira (Hevea spp) tem novas regras. As exigências para garantir a identidade e a qualidade dos produtos estão na Instrução Normativa nº 29, publicada no Diário Oficial da União dessa quinta-feira (6) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A medida revoga a Portaria nº 388, de 15 de dezembro de 1980.
A colheita mecanizada da cana-de-açúcar deve aumentar o estoque de carbono no solo, por deixar a terra coberta de palha que aos poucos se decompõe, em comparação com o processo inteiramente manual, fundamentado na queima das folhas para facilitar o corte. Do mesmo modo, a conversão de pastagens degradadas em canaviais deve ampliar a quantidade de carbono no solo, acredita Marcelo Galdos, pesquisador do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena) da Universidade de São Paulo (USP), que esteve à frente das análises do fluxo de carbono de canaviais do Brasil, da Austrália e da África do Sul.
Apesar das chuvas que ocorreram sobre o Rio Grande do Sul no início deste mês, a umidade do solo é considerada boa pelos técnicos da Emater/RS-Ascar, não havendo informes quanto a problemas de deficiência hídrica. De acordo com o Informativo Conjuntural elaborado pela Instituição, apenas na Campanha e Fronteira Sudoeste são registrados casos de barragens com níveis abaixo do considerado ideal para esta época do ano, necessitando de algumas semanas com chuvas regulares para atingirem suas cotas máximas. Segundo os técnicos, algo próximo aos 200mm acumulados até meados de outubro, quando começa o forte da irrigação.
A atual safra consolida Mato Grosso como campeão de produção. O estado responde pela maior safra de soja do país, estimada em 17,40 milhões de toneladas, pela maior safra de algodão (com previsão de 1,48 mil toneladas de pluma e caroço) e pela terceira maior de arroz do Brasil, com estimativas de colher 803,9 mil t. Além disso, o Estado chegou à segunda maior produção de milho segunda safra, com expectativa de somar 6,34 milhões t. Juntando a primeira e segunda safras do grão, o Estado terá produção de 6,87 mil t, a segunda maior do Brasil, perdendo apenas para o Paraná, que tem estimativa de colher mais de 11,22 milhões t.
O Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) voltou atrás e ampliou o prazo para plantio das lavouras de soja em Mato Grosso do Sul. A portaria nº. 169, que estabelece as novas regras para o zoneamento agrícola, foi publicada na terça-feira no DOU (Diário Oficial da União). Agora, ao invés de um mês, como definido anteriormente, a semeadura das lavouras pode ser feita de 21 de outubro a 31 de dezembro nas lavouras de MS. A revisão do prazo aconteceu por iniciativa de entidades representativas do setor, como Famasul (Federação de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e Seprotur (Secretaria Estadual de Produção).
Petrolina - O investimento em certificação de produto tem auxiliado na garantia de mercado e também na redução de custos de produção. Essa é a avaliação que se tem quando se entra em contato com a realidade da fruticultura no Vale do São Francisco. Na Fazenda Bela Safra, a 20 quilômetros do centro de Petrolina (PE), o trabalho é voltado principalmente para a ampliação gradativa as áreas de plantação de mangas certificadas.

Agronegócios
O Fundecitrus (Fundo de Defesa da Citricultura) realizará um Dia de Campo na região de Olímpia/SP, nesta sexta-feira (14/08), a partir das 8h30.
A Embrapa Pecuária Sudeste fará nesta sexta-feira (dia 14.8), em Boa Esperança do Sul (SP), com início às 19 horas, leilão de 281 animais, dos quais 243 bovinos e 38 ovinos. Há bovinos para reprodução e para abate, machos e fêmeas, de diversas idades (inclusive bezerros e bezerras), das raças nelore, canchim, holandês preto e banco, jersey e cruzamentos como angus x nelore, canchim x nelore, holandês preto e branco x charolais, holandês preto e branco x sueco vermelho e branco. Os carneiros e ovelhas são da raça santa inês, também para reprodução e para abate.
A Marfrig Alimentos S.A. (Novo Mercado da Bovespa: MRFG3), a empresa de alimentos mais diversificada em carnes acaba de concluir seu balanço trimestral, referente ao 2T09, reiterando sua filosofia de diversificação de portfólio, preocupação ambiental e melhoria contínua de processos.
Historicamente, os preços da carne bovina sobem de julho para agosto, graças ao aquecimento da demanda com a volta às aulas. Também tendem a subir em início de mês, ao menos na maior parte deles, em função do pagamento de salários.
Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) analisados pela Scot Consultoria, as exportações de carne bovina voltaram a cair em julho.
Depois de anunciar a contratação de um financiamento de R$ 200 milhões com o Banco do Brasil, na noite de ontem, para alongamento da dívida, a Marfrig Alimentos anunciou que também está captando recursos no Uruguai, num montante de até US$ 60 milhões.
O mercado do boi gordo no Pará registrou queda nesta última terça-feira (11/08). De acordo com levantamento da Scot Consultoria, houve recuo de R$1,00/@ nas três regiões pesquisadas.
O mercado exportador de bovinos, na visão do diretor de Bovinos e Food Service da Marfrig Alimentos, James Cruden, está estável e com sinais de recuperação.
O Sistema Ocepar vai promover os Fóruns agronômicos regionais 2009 nos dias 25 de agosto, no auditório da C.Vale, em Palotina, e no dia 26 de agosto, no auditório da Cocamar, em Maringá. Os eventos são destinados a profissionais de assistência técnica das cooperativas.
A Fertilizantes Heringer ( Bovespa: FHER3), uma das pioneiras na produção, comercialização e distribuição de fertilizantes e entre as três maiores empresas de fertilizantes do Brasil, divulgará os resultados financeiros referentes ao segundo trimestre de 2009 amanhã, 13 de agosto, após o fechamento do mercado. O balanço será postado na CVM e no website http://www.heringer.com.br/ri.
Pesquisadores brasileiros recebem nesta quinta-feira, na USP (capital - auditório da Escola Politécnica), a partir das 10 horas, certificado de reconhecimento pelo mérito de terem tido projeto aprovado no Sétimo Programa-Quadro de Pesquisa e Desenvolvimento (7º PQ), com início de execução em 2009. Entre os premiados, está equipe do Cepea/Esalq-USP que participa do projeto “Análise dos efeitos de medidas não-tarifárias nas negociações mundiais agroalimentares”, que envolve parceiros de vários países.
O 9º Leilão VPJ Angus, da VPJ Pecuária, de Valdomiro Poliselli Júnior, comercializou R$ 351 mil com a comercialização de 18 lotes da raça ao preço médio de R$ 19,5 mil.
Na última quinta-feira (6) a fábrica de suco concentrado e congelado de laranja da Cocamar, em Paranavaí (PR), bateu recorde de processamento ao absorver 35.380 caixas de 40,8 quilos. A média diária é de cerca de 28 mil.
O governo federal, por meio da Conab, vai aplicar neste mês R$ 463,8 milhões na compra de milho, açúcar, arroz, feijão, sorgo, trigo e sisal de produtores de diversos estados. Os recursos são da Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM) e foram aprovados no final de julho, em reunião com representantes dos ministérios da Agricultura e da Fazenda, Conab e Banco do Brasil.
A Superintendência Regional da Conab em Santa Catarina aumentou de 10 para até 27 toneladas o limite da cota de milho comercializada com suinocultores da região sul de Santa Catarina, beneficiados pelo Programa Vendas em Balcão. O produto é reservado a pequenos criadores rurais e da agroindústria de pequeno porte, que adquirem o grão em pequena escala para uso na ração animal.
Enquanto o Departamento de Agricultura dos EUA aponta que no ano passado os chineses consumiram perto de 10 kg de carnes de aves, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) indica que ele pode ser um pouco maior, de quase 11,5 kg.
O último levantamento divulgado pela CONAB sobre o custo de produção de frango (trabalho realizado em conjunto com a Embrapa Suínos e Aves) mostra – para o mês de abril de 2009 e especificamente para o estado do Paraná – valores que vão desde R$1,582/kg (aviários automatizados com lotes de 14 mil frangos) até R$1,620/kg (aviários com tratamento manual e lotes de 12.500 aves). Porém, os aviários climatizados (15 mil aves) não ficaram muito longe, já que neles o custo foi estimado em R$1,618/kg, ou seja, apenas 0,1% a menos que no aviário manual.
Os preços do algodão em pluma, que seguem fracos no mercado interno, perderam a sustentação do patamar de R$ 1,17/libra-peso para pagamento em 8 dias, posto na cidade de São Paulo (Indicador CEPEA/ESALQ). Os motivos foram a flexibilidade dos produtores a valores ligeiramente menores neste período de avanço de colheita e o beneficiamento da pluma, segundo análises do Cepea. Além disso, o cancelamento do leilão de Pepro, previsto para o último dia 4 de agosto, também pesou contra vendedores. Quanto à demanda, apesar de algumas indústrias terem necessidade imediata e aceitarem pagar um pouco mais, os negócios não têm sido suficientes para sustentar a média. O Indicador CEPEA/ESALQ – 8 dias para pagamento – fechou a R$ 1,1678/lp nessa terça-feira, 11, leve queda de 0,39% na parcial do mês.
A provisão feita por moinhos especialmente no início do ano, somada às compras eventuais ao longo dos meses, tem mantido baixa a demanda pelo trigo nacional. Segundo pesquisas do Cepea, boa parte das indústrias aguarda a colheita da nova safra brasileira para recompor seus estoques. Essa estratégia tem sido favorecida pela desvalorização do dólar frente ao Real, que facilita a importação - de pequenos lotes - principalmente do cereal do Uruguai e da farinha da Argentina. O resultado é a persistente falta de liquidez no mercado interno de trigo. Segundo dados da Secex, nos sete meses do ano, as importações brasileiras somaram 3,9 milhões de toneladas, volume 11% menor em relação ao mesmo período do ano passado. Há de se observar, porém, que a safra brasileira colhida no início de 2008 teve quebra significativa, o que requereu uma importação muito grande – em janeiro e fevereiro de 2008 as importações atingiram 2,4 milhões de toneladas.
Queda do dólar. Os contratos de café com entrega em dezembro, negociados na bolsa de Nova York, fecharam a US$ 1,4005 por libra-peso no pregão de ontem, com alta de 105 pontos. A queda do dólar estimulou a entrada de fundos e especuladores no mercado, segundo informou a Dow Jones. O dólar mais fraco impulsiona a compra de commodities agrícolas americanas. No mercado doméstico, a saca de 60 quilos fechou a R$ 260,55, alta diária de 0,2%, segundo o Cepea/Esalq. No mês, a commodity já acumula alta de 3,66%. Portaria do Ministério da Agricultura com o zoneamento agrícola de risco climático do café foi publicada no Diário Oficial. O objetivo deste zoneamento é minimizar os riscos de adversidades climáticas coincidentes com as fases mais sensíveis da cultura.
Representantes de treze municípios do Médio Norte estão reunidos, em Nova Mutum, hoje, para a criação de um grupo de trabalho que incentivará e regulamentará a participação da agricultura familiar na produção de oleaginosas para as indústrias de biodiesel. Trata-se do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel, implantado pelo Governo Federal para fomentar a participação dos pequenos produtores e beneficiar as indústrias com as vantagens competitivas do Selo Social da Agricultura Familiar. Para que o programa saísse do papel, o Ministério do Desenvolvimento Agrário contratou uma empresa de consultoria, pesquisas e serviços. De acordo Humberto de Melo Pereira, supervisor Centro-Oeste, o objetivo é inserir um número cada vez maior de pequenos produtores no programa, fomentando a geração de renda. “Na região já foram mapeados 1.346 agricultores familiares com potencial para participar. Destes, 704 possuem contratos com alguma empresa, mas a meta é aumentar este número”, disse. Estão presentes no encontro representantes de setores ligados a agricultura familiar (secretarias de agriculturas, sindicatos, cooperativas, Empaer e demais órgãos) dos municípios de Cláudia, Campo Novo do Parecis, Nova Mutum, Nova Ubiratã, Nova Guarita, São José do Rio Claro, Itanhangá, Ipiranga do Norte, Sinop, Sorriso, Tabaporã, Vera e Tapurah, além dos representantes de cinco empresas tidas como núcleos de produção de biodiesel para a região: Fiagril (Lucas do Rio Verde), Barralcool (Barra do Bugres), Biopar (Nova Marilândia), ADM (com indústria localizada em Rondonópolis) e Agrosoja (Sorriso). Estão sendo discutidos a instrução normativa que regulamenta a participação da agricultura familiar e da empresas, os incentivos para ambas as partes. “Estamos na fase de mapeamento, tanto que outros municípios ainda devem fazer parte do núcleo”, explicou Alessandra Faxina, articuladora do Médio Norte. As indústrias que adquirem da agricultura familiar (no caso de Mato Grosso representada por propriedades de até 100ha) 10% da oleaginosa, ganham um selo social que proporciona benefícios nos leilões de biodiesel realizados pela ANP. De acordo com o Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel, em 2010, para manter o selo, 15% da oleaginosa precisará vir da agricultura familiar. “O grupo de trabalho que será formado hoje vai identificar onde estão esses agricultores e articular o contato com os núcleos de produção”, concluiu Alessandra.
O setor de carne bovina está preocupado com o acesso à União Europeia. A demora na liberação de fazendas habilitadas a exportar para o bloco é um dos principais problemas para a pecuária de corte.
Em julho passado, as vendas externas de carne suína caíram 14,28% em comparação com o mesmo período de 2008, para 48,1 mil toneladas, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs). Em valor, o recuo foi bem mais significativo, de 40,5% na mesma comparação, para US$ 100,50 milhões.
Os preços futuros do suco de laranja dispararam ontem, na bolsa de Nova York, atingindo sua maior cotação dos últimos 11 meses, impulsionados por estimativas de menor produção de laranja na Flórida, segundo maior produtor mundial da fruta, atrás de São Paulo, e também por ameaça de tempestades na Flórida.
As exportações de produtos agrícolas renderam US$ 6,287 bilhões no mês de julho de 2009, o que significou uma queda de 20,7% em relação a julho de 2008, informou o Ministério da Agricultura. Os gastos com importações também caíram. A queda foi de 29,5% em relação a julho do ano passado - para US$ 795,9 milhões.
Levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária mostra que os acordos envolvendo a safra 2009/10 de soja, cujo plantio ainda será iniciado neste semestre, começam a se intensificar apoiados pelas altas do mercado internacional para mercados futuros. Estima-se que mais de 150 mil toneladas tenham sido comprometidas pelos produtores estaduais.
Porto Alegre - O crescimento de 13% nas vendas internas de máquinas agrícolas no atacado em julho na comparação com o mês anterior é visto como um bom sinal para o setor, especialmente se a intenção de compra se repetir na Expointer 2009, que acontece de 29 de agosto a 6 de setembro, em Esteio. Conforme o levantamento apresentado pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), os negócios no mês passado somaram 4.796 unidades enquanto junho registrou 4.244 máquinas comercializadas. As vendas foram lideradas pelos tratores de rodas, seguidos pelas retroescavadeiras, colheitadeiras, cultivadores motorizados e tratores de esteiras.
Informações de que a safra dos Estados Unidos de soja mantém taxas boas de desenvolvimento - depois de um período de clima úmido que adiou o plantio - animaram o mercado ontem e fizeram a cotação da oleaginosa subir no mercado americano.
O fôlego dos produtos primários, como soja e fumo, para sustentar e evitar maior queda das exportações gaúchas pode estar chegando ao fim. O alerta foi feito ontem pelo economista Álvaro Antonio Garcia, da Fundação de Economia e Estatística (FEE). Dados de janeiro a julho das vendas externas gaúchas mostram que os dois produtos mantiveram liderança e maiores índices de crescimento. As exportações somaram US$ 8,2 bilhões, recuo de 19,3% ante o mesmo período de 2008. Soja e fumo somaram juntos US$ 2,4 bilhões, cerca de 30% do resultado comercial do período.
A Guabi estará presente em mais uma edição da Expo AgroRevenda - Feira de Produtos e Serviços para Revendas Agropecuárias -, que acontece entre os dias 13 e 14 de agosto, em Jaguariúna-SP.

Geral
Os agricultores familiares e assentados da reforma agrária inscritos na Dívida Ativa da União (DAU) têm novo prazo para renegociar suas dívidas: 30 de setembro. Aqueles que estão inscritos poderão liquidar suas dívidas à vista ou parceladas em até 10 vezes, com descontos progressivos de acordo com a Lei de Renegociação 11.775/2008.
Aconteceu nesta quarta-feira (12), a eleição da nova diretoria da Sociedade Sul-Brasileira de Arroz Irrigado (Sosbai). A posse será realizada em 2010. O mandato de três anos contará com uma nova diretoria formada por sócios da entidade, entre eles, instituições de pesquisa e universidades.
Quatro Oficinas Tecnológicas marcam o 6º CBAI, que são um importante elo de comunicação das empresas e instituições com o público arrozeiro. Neste espaço, são divulgadas as tecnologias para a orizicultura. As empresas Dupont, Bayer CropScience e AGCO – Massey Ferguson apresentam produtos em três oficinas durante os dias 12 e 13 de agosto, a partir das 16h30. A quarta oficina tecnológica terá a apresentação das novas cultivares de arroz irrigado, do Irga, Embrapa e Epagri, nesta quinta-feira (13).
O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), em parceria com o Centro Tecnológico de Agricultura (CTA), está promovendo uma capacitação para os técnicos que atuam no licenciamento ambiental de empreendimentos de aquicultura - área que engloba atividades como a criação de peixes e camarões para fins comerciais.
O evento conta com um total de quatro sessões plenárias simultâneas, com duração de duas horas cada, onde ocorrem em quatro salas ao mesmo tempo. O congressista pode escolher os temas de seu interesse. Segundo o presidente da Sociedade Sul-Brasileira de Arroz Irrigado (Sosbai), Sérgio Gindri, são um total de 131 trabalhos de pesquisa, com informações qualificadas e atualizadas.
O Plano Safra 2009/2010, anunciado em julho, traz uma série de novidades. Desde o dia 11, a Emater-RN realiza uma série de reuniões com os agricultores familiares em municípios de todo o estado para explicar uma delas, o Pronaf Sustentável.
Os defensivos agrícolas desempenham um papel estratégico na competitividade e na sustentabilidade da agricultura. Portanto, defensivos falsificados e contrabandeados não combatem, com eficácia, pragas, insetos e doenças, causando grandes prejuízos na produtividade das lavouras e sérios riscos à saúde dos trabalhadores rurais, do consumidor e ao meio ambiente.
O 15º Dia do Viveirista, que ocorre nesta quinta-feira (13/08), em Cordeirópolis/SP, terá discussões específicas sobre greening, conduzidas a partir das palestras.
Agricultores familiares do Ceará receberam as chaves dos 100 primeiros tratores Massey Ferguson adquiridos pelo Governo do Estado para o Projeto São José, segunda-feira (10/08), em Fortaleza.
Nos dias 19 e 20 de agosto, a cidade de Foz do Iguaçu, PR, sediará um encontro nacional para discutir a interação entre os setores público e privado na busca pela excelência sanitária. O evento acontecerá durante a AveExpo 2009.
O 1º Encontro sobre parasitos de animais de interesse zootécnico será realizado no dia 17 de setembro, no Anfiteatro do Instituto de Zootecnia (IZ), em Nova Odessa/SP.
Cerca de 300 pessoas, entre agricultores e autoridades federais, estaduais e municipais, prestigiaram nesta quarta-feira (12 de agosto) pela manhã, em Marechal Cândido Rondon, o lançamento de um projeto pioneiro no país, o Condomínio de Agroenergia da Agricultura Familiar. Resultado de uma parceria entre diversas instituições (Itaipu Binacional, prefeitura municipal, Secretaria de Estado da Agricultura, Copel, Emater, Iapar, Embrapa, Fundação PTI e Instituto de Tecnologia Aplicada e Inovação), o projeto permitirá que 41 propriedades de caráter familiar, localizadas às margens do Rio Ajuricaba, utilizem dejetos da agropecuária para gerar energia, que será vendida para a Copel.
Braço do Norte - Após o decreto de emergência elaborado pela Prefeitura Municipal de Braço do Norte, a Secretaria de Desenvolvimento Regional decidiu cancelar o Seminário Regional de Aqüicultura e Pesca, que estava marcado para a sexta-feira (14).
O “Melhoramento de Café” foi o tema discutido na terça-feira (11), no segundo dia do 5º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas. Os debates ocorreram durante a realização de painel do qual participaram ativamente pesquisadores do Consórcio Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento do Café, cujo programa de pesquisa é coordenado pela Embrapa Café.
Durante a Expogenética, de 16 a 21 de agosto, em Uberaba, a Merial Saúde Animal apresentará inovações e atualizações do Perfil IGENITY, teste de DNA, oferecido pela empresa.
O Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) organiza o maior evento científico do Brasil e da América Latina: o VI Congresso Brasileiro de Arroz Irrigado que tem como objetivo promover a integração de todos os setores envolvidos com a tecnologia de produção, beneficiamento, comercialização e consumo de arroz. O evento tem caráter internacional com a participação de palestrantes de instituições de outros países que trazem informações técnicas e científicas e estudos de casos relevantes para a cadeia produtiva do arroz.
O estado da Bahia, segundo maior produtor de frangos do Nordeste, e o primeiro no ranking de suinos da região, vai sediar entre os dias 8 e 10 de setembro o 1º Simpósio Regional de Avicultura e Suinocultura, no Hotel Pestana, em Salvador. O evento, organizado pela Associação Baiana de Avicultura (ABA), com apoio da Associação Brasileira de Avicultura (UBA) e Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS), é uma preparação para o Congresso Mundial, previsto para ser realizado na capital baiana em 2012. Sanidade, produção limpa e mercado serão enfoques principais nas palestras e mesas-redondas, que contarão com alguns do mais importantes nomes do segmento no Brasil. Na ocasião, será criada e formalizada a Associação Baiana de Criadores de Suínos, entidade que será parceira da ABCS.
O governo apresentou nesta quarta, dia 12, na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei que muda a forma de repasse de recursos para a Assistência Técnica e Extensão Rural. A expectativa é de que a proposta seja votada antes do dia 18 de setembro, quando vence o prazo para a tramitação.
Os pesquisadores do IAPAR Ademir Calegari, José Salvador Simoneti Foloni e Pedro Shioga estiveram no dia de campo sobre culturas de inverno da cooperativa Cocari, em Mandaguari, na última semana (5 e 6 de agosto). Durante o evento, apresentaram alternativas tecnológicas para cerca de 1.100 produtores e técnicos da região do Vale do Ivaí.
O Paraná receberá o maior evento de produção de frutas cítricas do mundo. A proposta elaborada pelo Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) para que Londrina seja a sede do 13.º Congresso Internacional de Citricultura, programado para 2016, foi aceita pela Sociedade Internacional de Citricultura. O pesquisador do Iapar, Eduardo Fermino Carlos, acreditou no potencial paranaense da produção de cítricos e, numa articulação com outras entidades públicas do governo federal e estadual e da iniciativa privada, o estado concorreu com a Argentina e ganhou.
Com um lucro líquido 510% superior no segundo trimestre ante o mesmo período do ano passado (de R$ 66,4 milhões para R$ 405 milhões), beneficiado pelo efeito da desvalorização do dólar no endividamento, as ações ordinárias da Marfrig Alimentos (MRFG3) subiram mais de 1% na primeira etapa de negócios.
Agora ficou mais fácil pesar carretas, tratores, caminhões e caminhonetas. Lançada pela Toledo do Brasil, a balança para veículos agrícolas BPV-830 controla a produção dos empreendedores rurais de forma ágil, precisa e eficiente.
Xico Graziano* - O Direito Agrário nasce na Roma antiga. As questões relativas à posse e ao uso da terra acabam consolidando um capítulo especial da ciência jurídica. Nele reside a função social da propriedade rural. Teoria da reforma agrária.
“Um momento decisivo para a agricultura familiar brasileira. A Ater é o pulmão do desenvolvimento rural”. Foi o que avaliou o ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, na manhã desta quarta-feira (12), durante reunião na Câmara dos Deputados para apresentar o Projeto de Lei (PL) da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). “Políticas como de crédito, seguro, territórios: tudo depende fundamentalmente da Ater para ter qualidade”, disse.
Cerca de 36 profissionais que atuam em cooperativas das regiões Norte, Noroeste e Centro-Sul participam, de 17 a 22 de agosto, do curso de formação de auditor para certificação de unidades armazenadoras. A capacitação será realizada no auditório do Hotel Crystal, em Londrina, e terá 45 horas de carga horária. "Com este curso, estamos dando continuidade ao trabalho iniciado em julho, quando foram capacitados representantes das cooperativas do Oeste e Sudoeste. Nosso objetivo é formar esses profissionais para que eles se tornem aptos a discutir e avaliar o trabalho feito pelas certificadoras, no âmbito das cooperativas", esclarece o analista da Gerência Técnica e Econômica do Sistema Ocepar, Robson Mafioletti. Ainda de acordo com ele, o curso é promovido pela Ocepar em parceria com o Sescoop/PR e com a Universidade Federal de Pelotas (RS).
Pelo segundo ano consecutivo, a Expointer terá a presença da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em um estande de 200 m², no Pavilhão Internacional do Parque Assis Brasil. Durante a feira, a Apex-Brasil vai assinar convênios com entidades representativas de diferentes segmentos do agronegócio, como a Associação Brasileira de Hereford e Braford (ABHB) e a Associação Brasileira da Indústria Produtora de Erva-Mate (ABIMATE). No estande vão ocorrer, ainda, palestras e apresentações de resultados dos projetos realizados pela Agência em conjunto com os setores de carne bovina, frango, mel e produtos orgânicos.
Após 16 meses de teste, o projeto Estruturante do Pirarucu da Amazônia realizado em parceria com a Seagro – Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas, finalizam as atividades realizadas com a espécie. A conclusão acontece no CPPPN – Centro de Produção e Pesquisa de Peixes Nativos, nesta quinta-feira, 13, a partir das 8 horas, em Palmas.
Os mecanismos para adoção da Política de Preços Mínimos para a borracha serão abordados na 12ª reunião ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Borracha Natural, nesta quinta-feira (13), às 9 horas, em Brasília. No encontro, também serão debatidas as normas para a produção e os padrões de identidade e qualidade de sementes.
A FNQ - Fundação Nacional da Qualidade, o Sebrae, o Programa Tocantins Mais e seus Parceiros realizam no dia 18 de Agosto no Auditório do Ministério Público, o Seminário Regional em Busca da Excelência .
A partir do próximo dia 15 de agosto, até 15 de outubro, nenhuma propriedade baiana poderá cultivar soja. Esse período é chamado de “vazio sanitário da soja”, que serve para interromper o ciclo de reprodução do fungo causador da ferrugem asiática, o Phakopsora pachyrhizi. Neste mesmo período, todos os produtores da oleaginosa devem fazer o cadastro de suas propriedades. O monitoramento dessas atividades será executado pelo Governo do Estado, através da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab). Os sojicultores deverão cadastrar suas propriedades no site da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), www.aiba.org.br. Após preencher o formulário no site, uma cópia impressa deve ser protocolada e entregue a um dos escritórios regionais da Adab. Os produtores já cadastrados têm de atualizar as informações a cada safra.

Pecuária
O Parque Fernando Costa, em Uberaba, sediará nos dias 22 e 23 de agosto, a 2ª edição do Encontro Nacional de Controladores de Leite da ABCZ.
III SELEÇÃO ELITE CAMPOLINA – Uma oferta de elevado padrão de qualidade na conformação, marcha e genetica, alem de belas pelagens exoticas, sendo varios de pelagem pampa. Excelentes oportunidades para quem deseja comprar animais para reprodução e exposição, além de usufruir do lazer de montar belos animais, de porte imponente e marcha confortavel, para passeios e cavalgadas.
Cuiabá - O Frigorífico Independência recusou a proposta feita pelos credores de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Minas Gerais e Goiás, no último dia 6 de agosto de pagamento de 100% da dívida com os 1.524 pecuaristas na ordem de R$194 milhões, data para pagar, com juros e correção nas dívidas. A proposta do Frigorífico continua sendo de pagamento sem carência, pagamento à vista e sem descontos até R$ 80 mil, o que beneficia 64% dos pecuaristas e 95% dos demais fornecedores. A alegação é de que não possuem recursos e que precisa de crédito no valor de R$ 330 milhões para pagar os pecuaristas, ter capital de giro, voltar a funcionar e gerar caixa para pagar os demais credores.
As raças padrão HB (hereford&braford) vão para Esteio com 374 animais (120 galpão e 254 rústicos) de 34 expositores. Afora o julgamento, remate, concurso jurado jovem, jantar da marcas e o jantar de premiação, este ano, a ABHB estará na Expointer com uma grande programação internacional, trazendo através do BHB – Brazilian Hereford&Braford um grande número de empresários e criadores de países como Canadá, Estados Unidos, África do Sul, Chile, Argentina, Uruguai, Paraguai, China, Bolívia. Rússia e Venezuela com interesses comerciais para a genética HB. Acompanhe na programação completa da ABHB na Expointer 2009 no site da entidade www.abhb.com.br na seção de eventos.
Para divulgar o Projeto CATI Leite e as tecnologias usadas neste projeto, a CATI Regional de São João da Boa Vista promove um Dia de Campo em São José do Rio Pardo, no próximo dia 13 de agosto. O evento é destinado aos produtores rurais da região de São João da Boa Vista, sendo cadastrados ou não no projeto.
Pesquisadores e técnicos da Embrapa Rondônia e da Emater-RO percorrem, desde o começo de julho, diferentes municípios do Estado de Rondônia para levar a produtores informações a respeito das práticas adequadas para produção de leite. Até novembro, a meta é realizar 88 palestras para produtores, sendo oito em exposições agropecuárias, além de atividades educativas em universidades e escolas. A maratona é uma ação da Campanha de Qualidade do Leite, lançada no dia 10 de julho em Ji-Paraná e com foco nos 13 municípios que compõem o Território Central da Cidadania em Rondônia.
Bagé - Na próxima segunda-feira, dia 17, secretários municipais de Desenvolvimento Rural e Agricultura de 11 municípios gaúchos estarão reunidos na Embrapa Pecuária Sul, em Bagé (RS), para discutirem a elaboração de um programa regional de apoio à pecuária familiar. Esta será a segunda da série de reuniões mensais sobre o tema na região da Campanha – a primeira foi realizada no mês passado em Pinheiro Machado.
Enquanto varejo e indústrias tiveram margem de lucro de R$ 0,50 e R$ 0,40, respectivamente, por litro de leite UHT em junho no Rio Grande do Sul, o agricultor obteve entre R$ 0,05 e R$ 0,10. Os dados, apresentados ontem pela Contag, refletem o momento em que o índice extrapolou a relação histórica na cadeia do leite, chegando a representar diferença de dez vezes. A pesquisa, realizada pela Fetag, baseia-se em notas fiscais de compra e venda e leva em conta preço médio de R$ 0,65.
Representantes da cadeia produtiva do leite se reuniram nesta terça, dia 11, em Brasília para cobrar do governo medidas contra a crise no setor. Entre os reflexos estão a queda na renda do produtor e o recente aumento nos preços ao consumidor.
Mais de 60 produtores rurais receberam na noite da última segunda-feira instruções sobre confinamento de gado, no auditório do Sindicato Rural de Campo Grande, no Bairro Chácara Cachoeira, do diretor da Associação Nacional de Confinadores (Assocon), Juan Carlos Lebrón.
Determinado a formatar uma solução tecnológica para a identificação do rebanho de bovídeos, o Governo de MS, por meio de um Grupo Consultivo ligado à Câmara Setorial da Bovino e Bubalinocultura, iniciou nesta terça-feira (11/08) as discussões para definição do projeto.
Segunda-feira (17/08) o Núcleo de Criadores de Terneiros de Bagé/RS realiza palestra sobre Conceito de Conformação e Fertilidade em Bovinos de Corte.
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento está na região sul do Pará fazendo cadastramento em propriedades rurais de seis municípios, que até o final do ano, passarão a adotar a Guia de Trânsito Animal Eletrônica (GTA).
O melhor Canchim de São Paulo e do Paraná deverá estar presente na 34ª Expoguá, Feira e Exposição Agropecuária de Guarapuava/PR.
Nesta quinta-feira (13/08), a Agro-Pecuária CFM, de São José do Rio Preto/SP, projeto agropecuário especializado na produção de touros Nelore e Montana com CEIP (Certificado Especial de Identificação e Produção), realiza a 11ª edição do Megaleilão Nelore CFM.
O fosfato bicálcico é uma das principais matérias-primas utilizadas na produção de suplementos minerais. As informações são da Scot Consultoria.
O IAPAR participa, entre esta quarta-feira (12) e sexta-feira (14), do Agroleite 2009. O evento, um dos principais do setor leiteiro nacional, é realizado de 11 a 15 de agosto, em Castro. O instituto está em uma das estações da unidade demonstrativa, abordando as forrageiras de inverno.
Técnicas de manejo adequadas e estratégias de suplementação na seca são alguns dos assuntos do 2º Dia de Campo de Ovinocultura a ser realizado na Fazenda Modelo – propriedade da Embrapa Gado de Corte, uma das Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), localizada no município de Terenos, MS.
O produtor Leonildo Romeiro Gasques, da Chácara Nossa Senhora Aparecida, no município de São Francisco, faz parte do Projeto CATI Leite – desenvolvendo São Paulo, desde 2003. Na época ele produzia 300 litros de leite por dia e hoje, mesmo na estiagem, está com mil litros dos 54 animais que estão em lactação.
Campinas - Antonio Rodrigues, mais conhecido como seu Nico, nasceu no mesmo sítio onde mora, no município de Elisiário, e seu pai já trabalhava com leite. Na época era só para o gasto, pois o forte economicamente era o café. Seu Nico conta que um vizinho plantava laranja e tinha um viveiro de mudas. Uma vaca de sua propriedade entrava e comia as mudas de citros, o que fez com que seu Nico as comprasse. A citricultura levantou a propriedade. Ele pagou todas as contas. Mas veio o amarelinho e acabou com tudo.
Mais de 160 profissionais participam, até sexta-feira (14), de simulado para ações de emergência sanitária em doenças de bovinos, com enfoque para a febre aftosa. O exercício é realizado na região de Cáceres/MT e tem o propósito de capacitar o serviço médico veterinário oficial para respostas rápidas a possíveis ameaças à sanidade do rebanho brasileiro.
São Borja - O crime de abigeato na Fronteira-Oeste do Rio Grande do Sul já apresenta redução de cerca de 60%, considerando o período de janeiro a julho deste ano. A constatação é do comandante do Comando Regional de Policiamento Ostensivo (CRPO) da Fronteira-Oeste, coronel Cláudio Rogério Hoffmeister. "O declínio nas ocorrências é notado principalmente pelos produtores e sindicatos rurais, que apoiam o trabalho que vem sendo realizado, de qualificação e capacitação dos policiais militares para combater os crimes do campo", afirmou o comandante.
O IAPAR e a Associação Técnica das Indústrias de Mandioca do Paraná (Atimop) promoveram o 7º Dia de Campo da Mandioca, na última quarta-feira (5). O diretor-presidente do instituto, José Augusto Teixeira de Freitas Picheth, esteve presente no evento, que atraiu cerca de 850 pessoas entre agricultores e técnicos.
A Exposição Estadual Agropecuária terá 3.000 animais expostos, das principais raças de bovinos, equinos e ovinos. Os leilões serão o ponto alto do evento, tendo os organizadores a expectativa de uma movimentação em torno de R$ 4 milhões.
No Rio Grande do Sul, as precipitações têm sido insuficientes para propiciar uma adequada recuperação do ritmo de crescimento das pastagens cultivadas. As informações são da Emater-RS/Ascar.
A Exposição será realizada no período de 18 a 21 de agosto e será homologada pela ABCGIL - Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro seguindo o seu regulamento. Sendo homologado terá julgamento oficial e torneio leiteiro. A homologação é realizada no primeiro ano de requerimento para realização do ranqueamento da raça no próximo ano.
Município que tem na agricultura uma das principais atividades geradoras de renda, Lucas do Rio Verde busca formas de diversificar a economia. Entre as novas alternativas está a ovinocultura, com a criação de cordeiros (resultado do cruzamento entre ovelha e carneiro) destinados ao consumo humano. No município foi criado um selo que permite identificar tais peças nas gôndulas de supermercados entre outros estabelecimentos comerciais.
São Paulo - Devido ao aumento dos casos da gripe A H1N1, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento faz um alerta para os criadores de suínos: caso sejam detectados animais com suspeita de problemas respiratórios e que tenham histórico de contato com pessoas infectadas pelo vírus da Influenza A/H1N1, o produtor deve notificar a unidade da Defesa Agropecuária em seu município ou região para que possam ser tomadas as medidas cabíveis de investigação epidemiológica e acompanhamento.
Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) os 170 milhões de bovinos existentes no País estão distribuídos em 2,65 milhões de estabelecimentos.

Política
O ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Patrus Ananias, assinou hoje o abaixo-assinado da campanha "Alimentação: Direito de Todos", que pede a inclusão da alimentação entre os direitos sociais estabelecidos no artigo 6º da Constituição.
Deputados da Frente Parlamentar da Agropecuária (www.fpagropecuaria.com.br) voltaram a criticar as medidas adotadas pela Fundação Nacional do Índio (Funai) com relação à demarcação de reservas indígenas. Durante audiência na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados destinada a debater a criação de uma reserva de 18 mil hectares no sul da Bahia, deputados, representantes do Poder Público baiano e dezenas de índios debateram formas de garantir as terras para os tupinambás sem que haja prejuízo aos produtores rurais e à economia da região.
A Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados decidiu realizar uma audiência pública para discutir a produção de cachaça no Brasil. A intenção é colocar em debate o Projeto de Lei 1.187/2007.
O senador republicano Charles Grassley, de Iowa, retirou suas objeções à escolha do diplomata Thomas Shannon para embaixador dos EUA no Brasil, um dia após a Casa Branca ter afirmado que não pretende mudar as tarifas que o país impõe à importação do álcool brasileiro. Shannon havia se manifestado recentemente a favor da remoção da tarifa. Membro da influente bancada ruralista norte-americana, Grassley ameaçara no mínimo atrasar a confirmação de Shannon no Congresso dos EUA devido à controvérsia. Iowa é um importante produtor de milho, a base de boa parte do álcool produzido nos EUA, e os fazendeiros locais dependem de subsídios federais.
Brasília - A Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados (Capadr) discute, amanhã (11), recentes aumentos nos preços dos produtos lácteos cobrados ao consumidor. O encontro foi proposto pelos deputados mineiros Antônio Andrade (PMDB) e Vitor Penido (DEM), que cobram a existência de uma política de preços que garanta ao pecuarista pagar os custos da produção. Nos últimos anos, o tema tem sido discutido com frequência no colegiado. A não resolução do problema preocupa os parlamentares.
A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio rejeitou na quarta-feira (5) o Projeto de Lei 3595/08, do deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS), que estende aos importadores de produtos agroindustriais as mesmas contribuições sociais aplicadas aos produtos nacionais. O objetivo da proposta é assegurar isonomia e evitar concorrência desleal com os produtos nacionais.
Frigoríficos de aves e de suínos tentam tirar proveito da medida provisória (MP) prometida há três semanas pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, às indústrias de carne bovina. Caso o presidente Lula assine a MP, o texto entra em vigor, mas será remetido ao Congresso e pode ser ampliado aos dois segmentos. "Não podemos ficar de fora. O governo não pode discriminar a carne suína e de aves", afirma o presidente executivo da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frangos (Abef), Francisco Turra. Segundo ele, a suinocultura e a avicultura são responsáveis por grande número de empregos e pagam altos juros. "O suíno está em um momento complicado. Mas também nos preocupa o dólar." Foi criado grupo de trabalho para tratar do assunto.
A aprovação do substitutivo da Senadora Kátia Abreu que acaba com a simultaneidade do do Grau de Utilização da Terra (GUT) e do Grau de Eficiência de Exploração (GEE), vai corrigir uma antiga distorção que já prejudicou muitos produtores brasileiros. Foi o que afirmou o diretor tesoureiro da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Valdir Correa, que também é membro da Comissão de Assuntos Fundiários e Indígenas da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).
O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, reafirmou, nesta manhã, que a área econômica do governo (Ministérios da Agricultura e Fazenda) está analisando novas medidas de apoio à cafeicultura. A informação foi passada ao ministro das Comunicações, Hélio Costa, parlamentares da bancada mineira e lideranças do café de municípios do sul de Minas Gerais que estiveram, há pouco, no ministério.

Tecnologia
Já estão abertas as inscrições para visitas à Feira de Software para o Agronegócio, evento que será realizado pela Embrapa em Campinas, SP, no dia 17 de setembro. O objetivo é demonstrar softwares desenvolvidos pela Embrapa e iniciativa privada para aplicação no setor agropecuário, como sistemas para gerenciamento e administração de propriedades rurais, controle de rebanhos, cultivos, entre outros.
O seminário Tecnologia em Hortigranjeiros: um visão a partir da cadeia do agronegócio de alimentos será realizado no Parque de Exposições de Santa Rosa, no dia 20 de agosto, a partir das 13h30min.
O curso Básico de GPS oferecido pelo Senar e Sindicato Rural no mês de julho teve uma procura muito grande, o que levou a abertura de uma nova turma em agosto. O módulo se desenvolverá no Parque Visconde de Ribeiro Magalhães nos dias 20 e 21.
Mais de mil pessoas, de todo o Brasil e de outros países, participaram da abertura do 5º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas, no Sesc de Guarapari, na noite desta segunda-feira (10). Realizado pelo Governo do Estado, por meio do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), da Secretaria de Estado da Agricultura, Aquicultura, Abastecimento e Pesca (Seag) e a Associação Brasileira de Melhoramento de Plantas, o evento acontece pela primeira vez no Espírito Santo. As atividades prosseguem até quinta-feira (13).
Atibaia/SP - Atibaia/SP - No workshop do BIOEN em Atibaia/SP, John Regalbuto, da National Science Foundation (NSF), conta que gasolina produzida a partir de açúcares derivados da biomassa deverá estar no mercado dentro de cinco a sete anos.
Uma estimativa muito próxima da realidade aponta o excesso de aplicação de água nas áreas irrigadas do Vale do Submédio São Francisco.
Para o Instituto Pike, três matérias primas movimentarão o mercado de biocombustíveis nos próximos anos: óleo de resíduos descartados, de algas e de pinhão manso. De acordo com o estudo, Biofuels Markets and Technologies, o combustível feito de algas já deve entrar no mercado em 2012. Neste caso, as americanas a ExxonMobil e a Synthetic Genomics já saíram na frente. Elas anunciaram, há poucas semanas, uma aliança para testar o uso de algas na produção de combustíveis.
Cascavel - Embora venha conquistando importantes espaços também no concorrido mercado de híbridos de alta e média tecnologia para a produção de grãos, a Coodetec – Cooperativa Central de Pesquisa Agrícola -, destaca-se pelo amplo portfólio de híbridos especialmente indicados para a silagem de planta inteira e grãos úmidos.
A Embrapa Amapá, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), realiza na manhã desta sexta-feira, 7/8, no açaizal do Campo Experimental de Mazagão, município localizado a 65 quilômetros de Macapá, um Dia de Campo sobre Melhoramento Genético do Açaí, enfatizando tecnologias voltadas para a qualidade e aumento da produção de frutos no estado. A expectativa é de que 250 pessoas, entre técnicos de extensão rural e produtores de açaí, participem deste Dia de Campo.

Notícias anteriores
21-28/Jul  29/Jul-05/Ago  06-13/Ago  14-21/Ago    Atuais

Noticias recentes

Copyright © 2000 - 2019 Agronline.com.br